domingo, 10 de junho de 2018

Revistinha de Sacanagem

Hoje, a sacanagem virtual está em toda parte, e é possível assistir TODO o tipo de putarias (ou participar, caso das Web Cam Girls...) em computadores, celulares, smartphones, etc...etc...
Mas...nos tempos ancestrais (pré internet, e ainda pré vídeo!), só se podia ir a um cinema vagabundo assistir a um filme erótico, ou...no silêncio de seu quarto, ou na privacidade de um banheiro, se masturbar curtindo uma deliciosa, colorida e safada Revistinha de Sacanagem!








A putaria fotografada existe desde que se inventou a fotografia. Mas, a época de ouro das revistas de sacanagem foram os anos 70/80. Apesar de todos os X-Videos/ Pornhubs da vida, ela continuam existindo em algum cantinho de uma banca de revistas ou em sebos...




Para homenagear esta arte ainda não esquecida, publicamos agora 3 "historinhas" fotográficas da revista alemã (grandes especialistas no assunto) "Anal Sex" # 115 (2005- Editora Silwa mas devem existir mais de 100 revistas diferentes com o mesmo título!), reproduzindo sacanagens fotografadas dos anos 80 & 90...As legendas são em alemão, inglês, francês e espanhol...mas, alguém vai Ler???

Boas "homenagens" pessoal!!!



















































































































domingo, 3 de junho de 2018

Francine York : Uma Deusa dos Filme B e da Telinha...



Francine Yerich nasceu em 26 de Agosto de 1936, na pequena cidade mineira de Aurora, Minnesota (USA) . Em 1941, sua família se mudou para Cleveland, onde Francine começou a escrever contos e se interessar por atuar. Estreou com nove anos em uma peça em sua escola primária, como a meia-irmã  de Cinderela, Griselda. Quando tinha doze anos, sua família voltou para Aurora, onde ela continuou a se apresentar em peças de teatro. Ela escreveu, produziu, dirigiu e estrelou uma peça de três atos, "Keen Teens or Campus Quarantine", cobrando cinco centavos de admissão; toda a cidade compareceu. Enquanto estudava jornalismo e teatro na Aurora High School, ela trabalhou como editora do jornal da escola, e ganhou todos os concursos de declamação da escola com suas leituras dramáticas.  Francine também se destacava como uma ótima e precoce cozinheira e era convidada para fazer seus quitutes em feiras locais e estaduais. Apesar deste "perfil nerd", a jovem também chamava a atenção por sua beleza... 



Aos 17 anos, ela venceu um concurso de beleza local e tornou-se vice-campeã no concurso Miss Minnesota. Mudando-se para Minneapolis, ela conseguiu um trabalho como modelo modelo e começou a viajar pelos EUA, acabando por se fixar em San Francisco, aonde foi eleita  Miss San Francisco. Francine logo conseguiu um emprego como dançarina na boate Bimbo, e depois assinou com um agente que a levou para a  Moulin Rouge, uma casa noturna famosa de Hollywood . 




Cansada de compartilhar um palco com elefantes, pombos e cavalos (três shows por noite, sete noites por semana!), ela começou a ter aulas de teatro com o ator e professor Jeff Corey. Um produtor teatral a escalou em uma peça no Circle Theatre, e ela também foi escalada para seu primeiro filme, "Secret File: Hollywood" (1960 ), com Robert Clarke, um exploitation sobre as operações do dia-a-dia de um tabloide de fofocas de Hollywood.




Francine estrelou a aventura-trash  "Wild Ones on Wheels" ( AKA "Drivers to Hell",1962) de Rudolph Cusumano, com participação de Ray Dennis Steckler...




...sobre a jovem esposa (Francine) de um condenado, envolvida na busca de uma pequena fortuna escondida no deserto de Mojave. 
 Sua grande chance veio quando Jerry Lewis a lançou em "It's Only Money" (Detetive Mixuruca, 1962 ), em um pequeno mas marcante papel sexy, que lhe rendeu muita publicidade. Isso levou Lewis a contratá-la para mais cinco de seus filmes, incluindo o  clássico "The Nutty Professor" ( O Professor Aloprado, 1963)...





... e também em  "The Patsy", "The Disorderly Orderly" (1964), "The Family Jewels" (1965) até "Cracking Up" (As Loucuras de Jerry Lewis, 1983 ), no qual ela viveu uma marquesa do século XV.



 Outras aparições no cinema incluem filmes cult de ficção científica começando com "Space Probe Taurus"/"Space Monster" (1965) de Leonard Katzman...




...No ano 2000, Francine é a Doutora Lisa Wayne, a única ( e primeira) mulher em uma equipe de exploração espacial em outra galáxia. A nave acaba caindo em um planeta desconhecido após enfrentar uma chuva de meteoros.  habitado por monstros marinhos e crustáceos gigantes...






Produção barata feita para a TV, mas que estreou em cinemas ao redor do mundo. O alienígena que aparece em cena re-utiliza a máscara de látex  criada pelo Don Post Studios (especializado em máscaras para halloween) para "The Wizard of Mars" (1965) de David L. Hewitt, com John Carradine...




 Ela foi a Capitã Stevens em "Mutiny in Outer Space" (1965) de Hugo Grimaldi...



...Astronautas exploram as cavernas da Lua, e acabam trazendo um fungo mortal que contamina a estação espacial e pode destruir a Terra!





Do espaço para os pântanos do Texas, da Sci-Fi "B" para o puro Trash no-money: "Curse of the Swamp Creature"(1966) de Larry Buchanan...




...Um cientista maluco faz experimentos com a evolução e cria monstros com olhos de ping-pong! Francine é a esposa do cientista (Jeff Alexander), e Jonh Agar o herói...





Em "The Doll Squad" (1973) de Ted V.Mikels, ela interpretou a agente da CIA Sabrina Kincaid, líder de uma equipe de elite de lindas assassinas que tentam impedir que um louco diabólico destrua o mundo com um vírus letal...







...Boa premissa para um filme de ação milionário...mas nãoé o caso! O lendário V. Mikels ficou conhecido como um diretor/produtor de filmes cult classe "Z" (The Astro Zombies;
 The Corpse Grinders...), tão divertidos quanto vagabundos...





 ...e um notório "colecionador"  de belas mulheres (nos filmes e na vida real...). Na equipe das bonecas, sua atriz favorita: Tura Satana... 




 Mas, o grande -pequeno veículo para a beleza, talento e simpatia de Francine York  foi a televisão! Sua primeira aparição foi na série de aventuras sobre o Corpo de Bombeiros de Los Angeles "Rescue 8", em 1959!!!
Sua primeira série fantástica foi "Meu Marciano Favorito" (1963-1966) com Ray Walston e Bill (O Incrível Hulk) Bixby em um episódio de 1964. 



Francine foi Lydia Limpet, a assistente do vilão O Traça (Roddy McDowell) em "Batman", nos episódios 29 e 30 "The Bookworm Turns / While Gotham City Burns" (1966)...






No ano seguinte, ela arrasou como a sedutora alienígena Niolani, no episódio "The Colonists" (1967) de "Perdidos no Espaço"...





A líder sádica e dominadora de uma raça guerreira  força Will, o major West e o professor Robinson a erguerem um gigantesca arca para os colonos perdidos no espaço do planeta Condor. Enquanto isso, o Dr. Smith passa para o lado de Niolani e ganha uma posição de autoridade como resultado...






Francine apareceu em outras séries fantástivas como "Wild, Wild West" (James West, em 1968); "Jeannie é um Gênio" (1969); "Terra de Gigantes" (1970)...






... e viveu Vênus, a deusa romana do amor, no episódio "Bewitched, Bothered and Baldoni" (1971, episódio 5 da 5ª temporada) de "A Feiticeira"...




Uma estátua de Vênus ganha vida pelo feitiço de Endora (Agnes Moorehead), e vai trabalhar como empregada na casa de sua filha Samantha (Elizabeth Montgomery), com o objetivo de seduzir e infernizar seu genro mortal Darrin (Dick Sargent)...



Francine foi a Doutora Helen Sanders no filme de ficção científica feito para a TV "Time Travelers" (1976) de Alexander Singer, produção de Irwin Allen...





...e esteve em meio do elenco estelar da TV (Roddy McDowall, Richard Basehart, Robert Culp, Carol Lynley, Cameron Mitchell...) enfrentando a "Inundação" (Flood!, 1976) de Earl Bellamy,  também produzido por Irwin Allen...





...para a telinha, mas lançado nos cinemas brasileiros durante o grande "boom" dos Filmes Catástrofes dos anos 70 ( Para recordar: Irwin Allen ficou conhecido como "The Master of Disaster", por ter produzindo grandes sucessos do gênero como "O Destino de Poseidon" e "O Inferno na Torre"; assim como também foi o produtor de inúmeras séries fantásticas da TV como "Perdidos no Espaço" & "Terra de Gigantes", que tiveram a participação de Francine...).


Francine York apareceu na série  "Future Cop" em 1977, e foi a "Rainha Medusa" em 3 episódios da segunda temporada da divertida série de Sci-Fi  "Jason of Star Command" em 1979... 





Ela continuou a atuar na TV, aparecendo em "Lois & Clark: As Novas Aventuras do Superman" (1993) até "Star Trek: Progeny" (2016). rancine viveu a deusa grega Hera, na comédia "Hercules in Hollywood" (2005), e voltou a trabalhar para o velho amigo Ted V.Mikels no trashão rodado em vídeo "Astro Zombies: M3- Cloned" (2010)!





York também trabalhou como especialista em fitness / nutrição e  foi uma cozinheira gourmet,  fazendo muitas aparições na televisão demonstrando suas habilidades culinárias. Muitas de suas receitas foram publicadas em revistas femininas,  e Francine também ficou conhecida como uma das grandes anfitriãs de Hollywood, fazendo jantares para celebridades com Clint Eastwood, Vincent Price, Neil Sedaka, Glenn Ford e Peter Ustinov...








Francine York nunca se casou. Sempre divertida, ela disse uma vez: 
 "Como Cinderela, eu sempre quis casar com o belo príncipe ... mas eles não fazem sapatinhos de cristal em tamanho dez!" 
Ela morreu em 6 de janeiro de 2017, em Van Nuys, Califórnia, de câncer, aos 80 anos. Ela estava trabalhando em sua autobiografia...















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...