quinta-feira, 24 de maio de 2012

A Beleza Macabra da Arte de Natalie Shau




Natalie Shau é uma jovem e lindíssima ilustradora e fotógrafa. Natural da Lituânia (Vilnius), atualmente trabalha e mora na Grécia. Sua especialidade é trabalhar com mídias digitais, em que ela faz uma mesclagem de fotografia, pintura digital e elementos 3D.  Gosta de criar seres  estranhos, enigmáticos, surreais e assustadores, apresentando-se ao mesmo tempo frágeis e impactantes, com aparência pendendo para o lado dark e com rostos parecendo antigas bonecas de porcelana. Obras que definitivamente cativam pela essência de apelo emocional. 
 





















Natalie vai buscar inspiração no imaginário religioso, contos de fadas, literatura de terror e clássicos da literatura russa, como Fiódor Dostoiévski, Nikolai Gogol, entre outros.

 






























Ela trabalha constantemente em suas próprias exposições artísticas, mas também gosta de criar obras de arte e fotografia para músicos, teatros, revistas de moda, escritores e publicitários. Suas ilustrações para a campanha de jóias da Lydia Courteille foram publicadas na revista Vogue francesa. Natalie tem uma lista de clientes composta por várias bandas e gravadoras, tais como:  Island Def Jam (Kerli), Sony BMG (Monica Naranjo), Nuclear Blast (O Duskfall), Century Media (Lacuna Coil, Poisonblack, The Agonist), Trisol (Samsas Traum), Diquela (Ojos De Brujo) etc... Ela também trabalhou como diretora de arte para um curta 3D que faz parte do musical “Dracula, l'amour plus fort que la mort”  dirigido pelo famoso coreógrafo francês Kamel Ouali. E recentemente ela auto-publicou um livro cheio de suas obras.

 Trabalhos publicitários:




























 Música:













Além de Natalie Shau ser a responsável pela capa do primeiro CD da Kerli, Love is Dead, também serviu de inspiração para a cantora…



Campanha de jóias Lydia Courteille












Mermaid's Kiss (beijo da sereia) - trabalho feito para o curta 3D que faz parte do musical “Dracula, l'amour plus fort que la mort” 
 
 Livro com 76 páginas, 30X30cm com os melhores trabalhos de Natalie Shau
















Ilustração para a capa do livro Alice no País das Maravilhas
 



 Abaixo uma combinação de entrevistas com Natalie Shau:

Você pode nos falar um pouco mais sobre si mesma? Como foi crescer na Lituânia? 
Eu nasci na capital da Lituânia - Vilnius. É uma cidade muito agradável e tranquila, com bela arquitetura, um centro antigo e ruas verdes. Era difícil viver na Lituânia em 1990 por causa da crise econômica após queda da URSS, mas eu era pequena demais para entender isso de qualquer maneira, então eu tenho apenas lembranças positivas e brilhante da minha infância. Eu sempre gostei de desenhar e ver numerosos álbuns de arte de meus pais desde a infância.





Descreva o seu estilo e influência artística.
Meus trabalhos são influenciados por tantas coisas - livros que eu li, filmes que eu assisto, artistas que eu admiro, músicas. Posso dizer que as composições em minhas obras são influenciadas pelo medieval, renascentista, e imagens religiosas. Também sou influenciada pela fotografia vintage e moderna, fotografia de moda especialmente moderna. No entanto, eu não gosto de cair em uma definição ou estilo.


  



Quem te inspira?
Eu me inspiro em muitos, mas para citar alguns: Fra Angelico e muitos mais pintores renascentistas italianos, os artistas do Movimento Pré-Rafaelita, contos de fadas e histórias diferentes. Fotógrafos como Sally Mann, Joel Peter Witkin, Loretta Lux. Os designers de moda como John Galliano e McQueen e muitos, muitos mais. 

Inspirações de Natalie Shau
Joel Peter Witkin
Loretta Lux
Sally Mann







Fra Angelico

























Galliano e Eva Green (usando vestido da coleção John Galliano)





Alexander McQueen (designer de moda)

















Seu novo trabalho "Time Stood Still" é uma combinação de fotografia, pintura digital e elementos 3D. Como você trabalha tudo isso junto? Qual é o seu processo? 
Meu processo é totalmente digital. Eu amo fotografia, especialmente a fotografia de moda, mais eu gosto de arte muito 3D e digital, assim eu tento combinar todos os 3 juntos. Eu costumo tirar fotos de modelos e trabalhar com eles depois no computador para obter o efeito de desenho animado surreal.
Como seus trabalhos começam e você geralmente consegue atingir o conceito que tinha em mente no momento em que você termina a peça?
Às vezes tenho uma visão clara em minha mente do que eu quero para criar, então eu preparo todos os materiais necessários para isso. Mas às vezes eu gostaria de trabalhar de forma intuitiva e seguir o caminho da imaginação e do processo. Então, nesses casos, o conceito pode vir depois de eu começar. Eu acho que é muito interessante e mais surpreendente. 

 
Como é a sensação de ter publicado um livro?
Bem, meu livro é auto-publicado e está na edição de 500 exemplares apenas. É ótimo para ver obras em belo álbum grande. Recebi a proposta para publicar um livro por uma editora agora, então talvez meus outros trabalhos podem ser incluídos.





 












Você envia seus personagens em suas pinturas para aventuras românticas e obscuras. Que tipo de aventuras a sua arte tem levado à você?
Minha arte me fez conhecer um monte de pessoas maravilhosas em todo o mundo! Viver no Reino Unido, Grécia e França. Expor em várias galerias e é importante para me entender e me conhecer melhor. 























 
Um pouco mais...


















Texto e pesquisa: Gisele Ferran
@Gi_de_Gisele 

 

2 comentários:

  1. Essa matéria ficou sensacional parabéns pela bela escolha, essa artista é fantástica...admiro muito!
    beijinho da Raven

    ResponderExcluir
  2. um primor! adorei.... salvei ate alguns para futuras artes corporais hehe
    Gi porque sumiu?

    beijos
    Poli

    P,S.: queremos mais vc no Freak

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...