quarta-feira, 10 de outubro de 2012

A Camisinha Assassina



Título Original: Kondom Des Grauens
Gênero: Trash; Comédia; Terror
Tempo de duração: 107 min
Ano de lançamento (Alemanha): 1996
Dirigido por Martin Walz
Escrito por: Ralf König, Martin Walz, Mario Kramp
Elenco: Udo Samel,Peter Lohmeyer,Marc Richter,Leonard Lansink,Iris Berben, Ron Williams, Ralf Wolter, Evelyn Künneke, Gerd Wameling, Meret Becker, Otto Sander
Supervisor de efeitos especiais: Jörg Buttgereit
Designer da criatura: HR Giger (consagrado artista plástico, responsável pelo design de criaturas como Alien, Experiência)
Efeitos Especiais: Daktari Lorenz, Heinz Langner
Câmera: Andreas Honisch
Música: Emil Viklicky
Produção: Ralph S. Dietrich, Harald Reich Ebner 

 

















 






"A Camisinha Assassina" (Kondom des Grauens) é um filme alemão  de 1996, que se passa em Nova York e foi distribuido nos Estados Unidos pela Troma  como " The Killer Condom" (e no brasil em VHS pela Reserva Especial). Baseado numa história em quadrinhos criada pelo cartunista Ralf König - bastante conhecido do público europeu e norte-americano por suas cômicas HQs de temática Gay. No Brasil, a editora Via Lettera já lançou 3 álbuns com quadrinhos de König: "O Homem Ideal"; "Agora os Noivos Podem Se Beijar" e "Como Coelhos".

 
 
 
O elenco é praticamente todo composto por homens e tem uma temática gay bastante forte. O herói da história é um policial durão, com um pênis exageradamente grande de 32 cm, que tem uma fixação/paixão por um garoto de programa: Billy (Marc Richter), e ainda tem de lidar com um colega ex-policial (que virou travesti!) e é apaixonado por ele:  Bob Miller, ou como é mais conhecido, Babette (Leonard Lansink).

 
Em Nova York preservativos malditos e com dentes afiados proporcionam horror sem limites!!!!


Num hotel  chamado “Quickie” (“Rapidinha”  em português), um professor chantageia uma aluna gostosa para fazer sexo com ele em troca de passá-la de ano. Mas quando o professor coloca um preservativo, a camisinha carnívora arranca o seu pênis e desaparece... nessa hora  muito sangue jorra na cara da garota!!!


Então o detective Luigi Mackarroni (Udo Samel, ator alemão consagrado em filmes como " O Enigma de Kaspar Hauser" e "Tão longe, Tão Perto") - que não para de fumar um instante, principalmente perto de placas de “proibido fumar” - é quem fica com o caso pensa que a aluna gostosa mordeu o pênis de seu professor!  Mackarroni vai para o hotel investigar a cena do crime, no hall de entrada, ele encontra um gigolô chamado Billy e ele lhe pede para segui-lo para a cena do crime... mas antes, Mackarroni encontra Babete (o ex-policial, que agora é travesti e trabalha fazendo shows no hotel). Babete faz cena de ciúmes, mas Mackarroni a ignora e sobe para o quarto com Billy. Enquanto o detetive e Billy estão nas preliminares, se esfregando gostosamente numa cena gay quente, a camisinha que estava sobre o criado mudo se mexe e sai correndo para debaixo de um móvel. E quando o policial vai conferir, a camisinha pula e lhe arranca o testículo direito!
Mackarroni, antes cético, agora começa a acreditar na história de camisinha assassina relatada pela aluna gostosa, e depois de sair do hospital vai em busca do preservativo castrador. Mesmo afastado do caso, sendo ridicularizado pela polícia, o detetive decide seguir por contra própria e conta com a ajuda de um colega de serviço: Sam Hanks (Peter Lohmeyer).

Eles conseguem capturar uma das camisinhas e a autópsia revela se tratar de um organismo complexo, criado em laboratório, com tecido humano.
Os ataques continuam. E nem mesmo o candidato a presidência McGouvern (Georg-Martin Bode) escapa da fúria da camisinha dentada.


Uma mulher esquisita ouve um barulho estranho dentro de uma lixeira e ao examinar de perto tem o nariz arrancado por uma das camisinhas. Ela chega até Mackarroni e relata o caso, levando-o até um hospital que tem uma igreja localizada no seu interior, e um laboratório no interior da igreja, onde as camisinhas são fabricadas por fanáticos religiosos com o intuito de exterminar todos os fornicadores, cortando o mal pela raiz!
Na igreja/ laboratório, uma camisinha super gigante está reservada para o membro avantajado do detetive Makcarroni!! 

O design e a operação das pequenas criaturas dentuças, foram designadas as mãos experientes em terror-sexual de Jörg Buttgereit, diretor (e técnico em efeitos) cult de "Nekromantik"(1987); "Der Todesking" (1990); "Nekromantik 2" ( 1991); "Schramm" (1994), entre outros. O diretor Walsz conta para a revista Fangoria (# 165) que uma ex-namorada dele fez um papel em "Nekromantik", e anos depois ele trabalhou com Buttgereit em uma comédia sobre nazismo chamada "Achtung", que nunca foi terminada, "porque nenhum alemão coloca dinheiro em algo assim..."



 Waltz procurou várias equipes de efeitos e não se agradou de nenhuma, então ele assistiu a "Schramm", sobre um homem perturbado e assassino psicótico: "tem uma cena em que alguém martela um prego no pau dele. Então eu pensei, este é meu cara!" 
Além das dicas de Giger para a concepção das camisinhas, Buttgereit também contou com a ajuda de seu velho conhecido  (Bernd) Daktari Lorenz, ator e responsável pelos efeitos em "Nekromantik".

Esse trash, com uma história curiosa e absurda, está disponível no Youtube em 7 partes:









Texto e pesquisa: Gisele Ferran e Coffin Souza





Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...