quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Monika M. Fêmea Mortal



Ela pode ter sido uma enfermeira necrófila-assassina, ou uma prostituta barata, mas acima de tudo, ela foi uma das fêmeas mais mortais do cinema nos anos 90 (e com apenas 3 filmes de um mesmo diretor).
Monika M. ,musa e atriz do cultuado diretor alemão Jörg Buttgereit (dez.1963), alta, com um belo corpo e rosto bonito, ela era prostituta na vida real. Foi descoberta por Franz Rodenkirchen quando ela saía justamente de um cinema que exibia "Der Todesking" (1989) filme de Buttgereit que ele co-roteirizara.





Abordada com um convite para trabalhar em um filme, a princípio ela se assustou, porque nunca se imaginara em frente as câmeras. Uma troca de telefonemas e alguns dias depois ela recebia uma fita VHS com "Nekromantik" (1987) e o argumento para sua continuação, subtitulada "Die Rückkehr der liebenden toten" ("A volta dos mortos amantes"). Logo ela estava envolvida com o projeto, inclusive participando criativamente na elaboração do roteiro final e compondo músicas para a trilha sonora. Sua presença domina o filme, superando  em muito sua antecessora, Beatrice Manowski.





"Nekromantik 2" (1991) inicia de forma brutal, com o final da primeira parte, ou seja a masturbação/hara-kiri de Rob (Daktari Lorenz). Depois aparece a enfermeira Monika (Monika M.) que rouba o cadáver e o leva para seu apartamento transformando-o em seu amante.


Monika conhece então o jovem Mark (Mark Reeder), dublador de filmes pornôs e começam um relacionamento marcado pelas fixações necrofílicas da jovem. Dividida entre seus "dois namorados", ela ancontra uma forma sangrenta de uni-los.










Nekromantik 2, é um dos filmes de amor mais transgressivos de todos os tempos: violento, sensual, vomitivo e amoral. E Monika M. esbanja sensualidade e sentimento em um papel difícil.  "Scelette delicieux ", uma canção que ela compôs e cantou em uma cena, pode ser conferida abaixo, confirmando seu talento também para a música.



Proibido durante um tempo na Alemanha, o filme foi acusado de fazer apologia da violência, levando o diretor e seus produtores ao banco dos réus. O julgamento em Munich durou mais de seis meses e neste tempo a polícia tinha ordens de recolher e destruir todo o material relacionado com a obra, inclusive seus negativos originais em 16mm.



Trabalhando com o pseudônimo de Joseph K., Buttgereit continuou a trabalhar e iniciou a produção de "Schramm" (1994).

Florian Koerner (Florian Koerner Von Gustorf, bateirista e membro fundador da banda alemã "Mutter"), com sua careca, barrigona e cara de doido ( que disse em uma entrevista que: "se existe uma razão para se fazer cinema, esta é "Emmanuelle 4"), faz o papel de Lothar Schramm, um taxista de Berlin, que além de se masturbar constantemente, é um psicopata tarado, masoquista e necrófilo.









Desintegração social, loucura, sexualidade reprimida e religião são abordadas na ótica do diretor, que após a liberação de "Nekromantik 2" , não teve mais problemas com a censura e pode assinar o filme com seu nome. Destaque para a sequencia onde um casal de crentes, Testemunhas de Jeová, batem na porta do maluco tentando converte-lo e são chacinados e estuprados. 
"Today i'm dirty, but tomorrow i'll be just dirty"...





Monika faz o papel de Marianne, uma prostituta de rua masoquista e vizinha de Lothar e cujos orgasmos o deixam ainda mais perturbado.


                                     Monika é Marianne

Entre um filme e outro, Buttgereit ainda rodou/editou "Corpse Fucking Art" (1992) um pequeno (60min.) documentário sobre seus filmes, mostrando bastidores, making-off e entrevista com sua musa Monika M.

 











Inteligente, não convencional e polêmica, assim como os filmes que optou em trabalhar, Monika fala: "Os filmes de Jörg tem mostrado de uma maneira extremamente realista, o que de uma forma exageradamente metafísica é a base para todos os filmes de vampiros: a relação entre sexo & morte..."



Monika M. não trabalhou em mais nenhum filme depois. Agora em 2012 ela ajudou a organizar e participou ativamente de uma retrospectiva completa da obra de Buttgereit que rodou vários países da Europa. 




 
                                                                                                                por Coffin Nekro Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...