sexta-feira, 28 de junho de 2013

Debbie Rochon: A Scream Queen da Década



Debbie Ann Rochon nasceu em Vancouver, Columbia Britânica, Canadá, em Novembro de 1968.  Tinha tudo para sua vida dar errado, ela foi uma criança das rua e vítima de muitos abusos, até que  acidentalmente acabou em um papel adicional destacado no obscuro mas cult filme punk-rock "Ladies and Gentleman, the Fabulous Stains" (1982) de Lou Adler.


O fato mudou sua vida, e ela economizou dinheiro para se mudar para Nova York e estudar teatro aos 17 anos. Em 1988 ela já havia concluído três cursos teatrais e atuado em cerca de 25 peças off-Broadway.



 No mesmo ano estreou no cinema fantástico em uma ponta no filme trash "Lurkers" da diretora (?) e atriz (??) Roberta Findlay. Ela apareceu rapidamente na comédia de humor-negro "Vampire's Kiss" (Um Estranho Vampiro, 1988) de Robert Bierman com Nicolas Cage. Barry Alexander Brown lançou-a em um papel de destaque em seu primeiro esforço de direção, "Lonely in America" (Em Busca do Paraíso, 1990). Logo seus papéis foram crescendo e a garota se especializou em filmes de terror de baixo orçamento e produções independentes em vídeo, nascendo assim uma das maiores Scream Queens dos anos 90/2000! 



















Em 1992 ela esteve no suspense-psicológico "Valerie" de Jay Lind, que combinava horror com lesbianismo ao estilo "Carmilla" de Sheridan Le Fanu. Após participar de um curta metragem promocional da produtora, Debbie passou a trabalhar para a Troma, aparecendo em cartazes, especiais e documentários, além de trabalhar em diversos setores de produção da amalucada companhia independente.



Em 1994 ela teve um papel de destaque no controvertido suspense "Abducted II: The Reunion" (Trilha do Medo) de Boon Collins com Jan-Michael Vincent e Dan Haggertty. Sua atuação neste exploitation lhe valeu o prêmio de melhor triz no "Hubbie-Awards" de Joe Bob Briggs.





Construindo sua carreira de Scream Queen, Debbie Rochon atuou ao lado da veterana Veronica Carlson (ex-Hammer Girl) em "Black Easter" (1994) de Bruce G. Hallenback;
 foi Kelly no ficção científica/gore "Regenerated Man" (Metamorfose Humana, 1994) de Ted A. Bohus;
foi a narradora do terror "Depraved" (1995) e fez um papel em "Shriek of the Lycanthrope" (1995) ambos de John Schappert.



Debbie foi destaque em "Tromeo & Juliet" (1996) de Lloyd Kaufman, a ambiciosa, debochada e radical adaptação de William Shakespeare para o mundo da Troma. Ela é Ness, a amiga lésbica e tatuada de Juliet (Jane Jensen), levemente baseado no personagem da enfermeira idealizado por Shakespeare.


No começo de 1996, o escritor, roteirista e diretor John A. Russo (autor junto com George Romero do clássico "A Noite dos Mortos Vivos" de 1968) escalou Debbie para o papel principal de "Santa Claws"; a história de uma atriz de filmes "B" que é atormentada por um assassino vestido de papai-Noel saído de um de seus filmes. Ao ser lançado, o vídeo se transformou em dois, já que o saudável picareta Russo lançou também "Naked Christmas", o filme-dentro-do-filme "Santa Claws"...



Debbie Rochon apareceu junto com Gunnar Hansen (o "Leatherface" original) em "Hellblock 13" (1997) de Paul Talbot. Em uma prisão, Tara (Rochon), uma Serial- Killer, a espera da hora de sua execução, conta 3 histórias de terror para seu carrasco (Hansen). A antologia de terror independente teve problemas primeiro com seu título original "Hellblock 666" (censurado pela igreja católica!) e depois de distribuição e acabou sendo lançado pela Troma dois anos mais tarde.















Debbie continuou sendo uma das maiores Tromettes e foi a Christine de "Terror Firmer" (1999) de Lloy Kaufman; Ms. Weiner em "Citizen Toxie: The Toxic Avenger IV" (2000) de Lloyd Kaufman;Susan, uma repórter de Tromaville em "Parts of the Family" (2003) de Léon Paul de Bruyn e Gabriel Lloyd (Gabriel Friedman e Lloyd Kaufman) ; Zelda e vários outros personagens em "Tales From the Crapper" (2004) de Gabriel Friedman e mais quatro diretores ; uma atriz famosa que é assassinada por acaso em "Poultrygeist:Night of the Chicken Dead" (2006) de Kaufman e está no recente e "mega" projeto da produtora "Return to Nuke'em High" (2013) de...Lloyd Kaufman!


















Debbie e Lloyd Kaufman fizeram pequenas pontas na comédia de terror trash "Mulva:Zombie Ass Kicker!" de Chris Seaver e em 2005 ela assumiu o papel título em "Mulva 2: Kill Teen Ape!" do mesmo diretor.




Debbie Rochon foi co-roteirista da comédia maluca/sexy "Play-mate of the Apes" (2002) de John Bacchus, além de fazer o papel da macaca cientista Doutora Cornholeous, nesta sátira trash a série "Planeta dos Macacos".


















Além de roteirista, ela é produtora e está estreando na direção com o terror "Model Hunger" (2013) com Tiffany Shepis e Lynn Lowry, atualmente em fase de pós-produção.
Debbie Rochon apresenta um programa em uma rádio de New York sobre cinema e cultura Pop e escreve em colunas fixas para as revistas Fangoria, Videoscope, The Phantom of the Movies, Tenebre (Itália) e outras.















O IMDB já cataloga mais de 220 filmes com a bela Debbie, e ela já recebeu mais de 15 prêmios por suas atuações, além de ser considerada a "Scream Queen da Década" em uma votação realizada entre os leitores da revista especializada Draculina (2003).






Ela possui um site oficial: http://www.debbierochon.com/
E está no Facebook:  https://www.facebook.com/DebbieRochon2

*Em 1997, quando editava a versão impressa (em Xerox) do fanzine SHE DEMONS e escrevia para outras publicações, tive a grata surpresa e o prazer de receber uma carta de miss Debbie Rochon. Ela havia lido uma resenha sobre o fanzine, que havia sido publicada na revista americana Psychotronic Video (1989-2006) de Michael J. Weldon. Foi o começo de uma série de trocas de correspondências, aonde tive o privilégio de entrevista-la e receber uma grande quantidade de material (fotos, slides, revistas e vídeos) de seus filmes. Muito do material gráfico mostrado aqui faz parte deste acervo...














                                                                                                                             
                                                                                                                               by Coffin Souza

Um comentário:

  1. Sou fã do trabalho dela há anos, e esta foi uma deliciosa homenagem. Isso, é clado, de eu estar morrendo de inveja da foto assinada. Muito bom. 8)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...