segunda-feira, 3 de junho de 2013

Desespero e Terror nos Desenhos Macabros de Laurie Lipton




Laurie Lipton nasceu em Nova York, começou a desenhar aos quatro anos de idade e  foi a primeira pessoa pós-graduada com honras pela Carnegie-Mellon University, na Pensilvânia, com um grau de Belas Artes em desenho. Mora em Londres desde 1986 e já residiu na Holanda, Bélgica, Alemanha e França. Ela se isnpira em artistas da idade média, e na fotógrafa Diane Arbus.
Seus desenhos grotescos super realistas, geralmente envolvem crianças e caveiras e são feitos com apenas lápis e carvão em preto e branco, cores que segundo ela (em seu site), são as cores perfeitas para as imagens do seu trabalho: “Preto e branco é a cor das fotos antigas e dos velhos programas de TV… é a cor dos fantasmas, do anseio, do tempo passado, da memória e da loucura. Preto e branco dói”.
Através da sua obra, rica em expressões e detalhes, Lipton mostra todo o horror, ansiedade, angústia e desespero do mundo. Retratando consumismo exagerado, busca excessiva pela beleza, relações superficiais, compulsão sexual, comportamentos exóticos, perda da individualidade, revelando o lado mais estranho e assustador que existe dentro de todo ser humano.

 




   

 
 


  














Por Gisele Ferran

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...