sexta-feira, 26 de julho de 2013

Las Vampiras y el Sexo




Os populares heróis mascarados mexicanos (El Santo, Mil Mascaras, Blue Demon...), sempre enfrentarem em suas aventuras cinematográficas, vampiros poderosos, o temível Conde Drácula e, é claro...lindas vampirinhas sedentas de sangue e sexo!




Em "Santo Contra las Mujeres Vampiro" (1962) de Alfonso Corona Blake, o "Mascarado de Prata" passa trabalho com Thorina (Lorena Velázquez), a Rainha dos vampiros e seu séquito de belas sanguessugas, que escravizam homens musculosos e descobrem que Santo é um antigo inimigo...






Sua continuação "Santo Contra la Venganza de las Mujeres Vampiro" (Santo Desafia a Maldição das Mulheres Vampiro, 1969) de Federico Curiel, trazia outra líder para as monstrinhas, a Condessa Mayra (Gina Romand), e um cientista louco com inéditos planos de dominar o mundo com a ajuda das garotas sedentas.




El Santo enfrentou o vampiro "El Barón Brákola" (1965) de José Diaz Moralez, um nobre sanguessuga (Fernando Osés), interessado em  recrutar jovens garotas para se tornarem suas noivas imortais...




Já o musculoso Mil Máscaras, teve problemas em "Las Vampiras" (As Vampiras, 1967) de Federico Curiel, quando descobre um covil de mulheres vampiras "feministas", que usurpam o poder e aprisionam o senil conde Drácula (John Carradine) em uma jaula. As vampirinhas usam macacões colantes e capas recortadas como asas de morcego à la "Bat Girl" e possuem escravos forçudos em uma caverna cheia de morcegos de papelão movidos por fios de nylon!












    



                      John Carradine como Drácula em 1944, 1965 e 1967


 El Santo teve seu maior embate como príncipe das trevas em "Santo en el Tesoro de Dracula" (Santo Contra o Drácula,1968) de René Cardona. A aventura envolve um cientista que inventa uma máquina do tempo e acaba sendo atacado pelo conde Drácula (Aldo Monti). Santo utiliza o mesmo dispositivo para regressar ao passado e destruir o rei dos vampiros.


 





 As aventuras dos "luchadores enmascarados" possuíam um ritmo de histórias em quadrinhos e enredos infanto juvenis, mas os tempos eram de filmes mais "apimentados". Assim foi rodada uma versão Sexploitation chamada "El Vampiro y El Sexo" contendo um pouco de sacanagem (o Drácula galã de Aldo Monti, não se contenta em apenas morder suas belas vítimas) e muita nudez (o vampiro tem um covil repleto de jovens escravas/vampirinhas nuas...). 

















                                          raro "photobusta" (lobby card italiano)








Em 1980, o lendário Luchador/herói, passou a máscara prateada e a missão de defender os inocentes para seu filho em "Chanoc y El Hijo del Santo Contra los Vampiros Asesinos" de Rafael Pérez Grovas. 






Mas os tempos já eram outros, e o filme mistura artes marciais, lucha libre, comédia e um grupo de vampiros e vampiras falsos...na verdade um bando de criminosos disfarçados!




Veja também: http://canibuk.wordpress.com/2011/12/01/luchadores-monstruos/
                         https://www.facebook.com/pages/El-Santo-y-los-Luchadores/148325788652479





                                                                                                                                by El Coffin Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...