segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Bruxas & Feiticeiras Sensuais no Cinema: Parte 1


Personagem de histórias infantis, histórias de horror, lendas e folclore do mundo todo, as bruxas estiveram presentes no cinema desde os primórdios... Mas não queremos aqui aquelas velhas feias com enormes narizes e verrugas! Lindas e sensuais feiticeiras, lançaram seus encantos sobre mortais e plateias em toda parte...



P.S. Quem pedir aqui feiticeiras de Harry Potter e coisas do gênero, será amaldiçoado por sete bruxas más!!!



As bruxas dos desenhos animados de Walt Disney se tornaram clássicas e influenciaram a concepção que se tem até hoje nestas personagens. A Rainha/feiticeira/madrasta da Branca de Neve (1937) ou a nefasta Maleficent da Bela Adormecida" (1959), eram belas coroas poderosas, apenas com um "pouquinho" a mais de ciúmes e inveja das lindas e bobocas princesinhas virginais.









Uma das pioneiras bruxas gostosas em carne, osso e feitiços das telas apareceu em "I Married a Witch" (Casei-me Com Uma Feiticeira, 1942) de René Clair. Jennifer (Veronica Lake) é uma bruxa que fora queimada junto com seu pai em 1672. No séc.XX ela retorna a vida e procura atormentar o descendente do responsável por sua condenação. Mas as coisas não saem como planejado e os dois se apaixonam! Comédia romântica clássica e que inspirou a longa série de TV "A Feiticeira" (Bewiched, 1964-1972).



Também comédia romântica é "Bell, Book and Candle" (Sortilégio do Amor, 1958) de Richard Quine. Kim Novak é a bruxa moderna Quinnie, que vive em companhia do gato Siamês-bruxo Pyewaket e decide lançar um encanto de amor sobre um vizinho (James Stewart) para incomodar a noiva dele, uma antiga inimizade escolar. O feitiço vira contra a feiticeira e ela também acaba se apaixonando. Participação do comediante Jack Lemmon e de Elsa (Noiva de Frankenstein) Lanchester.














A Rainha das atrizes de terror, Barbara Steele, viveu a feiticeira Asa Vajda no clássico "La Maschera del Demonio" (A Maldição do Demônio, 1960) de Mario Bava. Dois séculos depois de ser executada pelo próprio irmão, a bruxa/vampira retorna da tumba juntamente com seu servo/amante (Arturo Dominici) para se vingar de sua família amaldiçoada.




Em "Atacan las Brujas" (1965) de José Diaz Morales, o herói-luchador El Santo, enfrenta a reencarnação de Mayra (Lorena Velazquez), uma bela feiticeira, morta no séc.17 e que volta com desejos de vingança e eternidade através de um ritual com sacrifício de uma jovem. 





Da Itália veio  o drama de terror "La Strega in Amore" (A Feiticeira do Amor, 1966) de Damiano Damiani. Um jornalista (Richard Johnson), traduzindo uns antigos manuscritos eróticos em um velho castelo, se vê envolvido por uma mulher e sua bela filha Aura (Rosanna Schiafinno) que se revela no final como sendo a mesma pessoa, uma feiticeira com poderes de transmutação.





E da Rússia temos o belo e fantástico "Bnñ" (Viy- O Espírito do Mal, 1967) de Konstantin Yershov, sobre Khoma, um estudante de teologia (Leonid Kuravlyov) que enfrenta uma velha bruxa, que depois reaparece como a linda Pannochka (Natalya Varley), acompanhada de uma série de criaturas e monstros as suas ordens. Baseado diretamente na história de Nikolai Gogol, que também foi a inspiração para "La Maschera del Demonio".















  "The Witchmaker" (1969) de William O. Brown é um pequeno e interessante thriller independente filmado nos pântanos da Louisiana. O assassinato de oito mulheres, leva a um culto presidido por um feiticeiro e que alimenta de sangue uma linda bruxa de 200 anos (Warene Ott). Participação do horror-host Seymour e de 3 garotas da Playboy!






A magia negra e o satanismo estiveram em moda no final dos anos 60, assim, as bruxas e feiticeiras tiveram bastante atividade na década seguinte...
"Legend of the Witches" (1970) de Michael Leigh, foi divulgado como sendo um documentário sobre a história da feitiçaria na Inglaterra, mas grande parte de seus 72 minutos de duração, se dedica a mostrar as atividades de um grupo de satanistas em um ritual "secreto" presidido pelo casal de bruxos ("reais") Alex Sanders e Maxine em um pub londrino durante a madrugada. 


Na verdade tudo é desculpa para longas cenas com muitas "bruxinhas" peladas, lindas modelos dançando em pentagramas, velhos tarados, "chuva dourada" e outras pequenas sacanagens em ritmo dark! Além de uma enfadonha narração e cenas educativas sobre hipnose e claro...bruxaria!




"Virgin Witch" (1970) de Ray Austin, mostra como duas jovens são atraídas para uma velha mansão para um trabalho como modelos fotográficos e descobrem que o lugar é um covil de bruxas e elas estão escaladas para serem sacrificadas ou iniciadas na seita demoníaca. 






O prolífico cinema erótico sueco começou a aparecer nesta época. Um dos primeiros exemplares deste ciclo foi "Skräcken Har 1000 Ögon" (The Sensuous Sorceress/O Medo Tem 1000 Olhos, 1970) de Torgony Wickman. Um homem religioso e sua esposa grávida são presos pelos feitiços e artimanhas eróticas de uma jovem bruxa no interior da Suécia.



Outro "falso documentário da época é "Sex Ritual of the Occult" (1970) de Robert Caramico. O narrador, um "cientista", vai descrevendo as cenas supostamente filmadas durante um ritual de bruxaria, com muitas cenas de sexo, nudez, necrofilia, até a revelação de que tudo é simulado!





"Mark of the Witch" (1970) de Tom Moore, é um filme independente americano que conta a história de Margary (Marie Santell), que é condenada por bruxaria em 1648 e retorna 300 anos depois em busca de vingança contra os descendentes do homem que a traiu.  Seu espírito possui o corpo da jovem Jill (Anitra Walsh) e sua fúria e feitiços caem sobre estudantes bastante babacas da cidade de Swing City...








        

    Fim da primeira parte. Continua no próximo feitiço...

                                                                        by Coffin Souza

2 comentários:

  1. Simplismente adorei este post estou na espera da continuação.

    Abraços !

    ResponderExcluir
  2. muito bom, meus parabéns!
    acompanho o blog há algum tempo, e gosto muito.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...