sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Suzanne Ballivet: Ilustradora Pornográfica do Século Passado




Suzanne Ballivet nasceu em Saint-Aunès Hérault, França em 1904, filha de um fotógrafo de Montpellier. Ela participou do Beaux Arts de Montpellier em 1922 e, em seguida, começou a exibir o seu trabalho. Casou em 1925 e teve um filho, Michel, em 1927. Em 1941 divorciou-se e mudou para Paris. Em 1943 Ballivet ilustrou seu primeiro livro Les Chanson de Bilitis, uma edição de Pierre Louÿs, uma coleção de poemas eróticos sobre a vida de Bilitis, uma cortesã que é uma contemporânea de Safo.
Logo vieram outros como Les Aventures du roi Pausole (1945), Longus " Daphnis et Chloe " (1946), " Thais ", de Anatole France (1948), de Colette " Claudine à l' école " (1950), La Vénus aux Fourrures (1954) e " Oeuvres " ( 1962) de Marcel Pagnol, porém é sem dúvida Initiation Amoureuse (1943), seu trabalho mais popular. Ela produziu também uma série de ilustrações para o romance Gamiani (1833) que, embora anônimo acredita-se ter sido escrita por Alfred de Musset .

Com 64 anos Suzanne Ballivet casou novamente e mudou-se para o oeste de Paris. Mais tarde desenvolveu um reumatismo articular, que a fez parar com o desenho e pintura. Ballivet morreu em St. Aunès Hérault, em 15 de junho de 1985 com a idade de oitenta e um anos .











 
















Por Gisele Ferran




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...