quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Dominadas por Macumba & Vudu (Parte 1)


As religiões africanas, adaptadas pelos escravos no Novo Mundo, renderam sempre histórias de terror e misticismo com uma  grande carga erótica.
 O Clássico "White Zombie" (Zumbi Branco, 1932) com Bela Lugosi, foi um dos primeiros filmes a explorar este assunto e relaciona-lo com os personagens mortos-vivos (Para filmes com Vudu & Zumbis veja: Zumboas: Por Que Amamos Carne Podre!)...
"Drums O' Voodoo" (1934) de Arthur Hoerl apresenta uma visão mais "realista" do tema. Em uma comunidade negra na Louisiana, cristianismo e vudu convivem sem problemas, até a chegada do maligno Tom Catt (Morris McKinney), que utiliza rituais de magia para conseguir a alma e o corpo da virginal Myrtle (Edna Barr).
Produção bastante modesta com elenco (quase) totalmente de afro-americanos (a atriz principal, Laura Bownan, era branca e aparece maquiada como negra, de forma fake!). Relançado nos anos 40 como "She Devil".





"Black Moon" (1934) de Roy William Neill, conta a história de Juanita (Dorothy Burgess), que retorna ao Haiti aonde perdera seus pais quando criança, assassinados pelo culto Vudu. Lá, ele descobre sua herança como sacerdotisa da religião e passa a realizar rituais que envolvem sacrifícios humanos. Seu marido (Jack Holt) e secretária (Fay Wray), tentam livra-la da influência maligna, apesar dos perigos...





Lon Chaney Jr. é disputado pelas belas Scream Queens Anne Gwynne e Evelyn Ankers em "Weird Woman" (Feitiço, 1944) de Reginald LeBorg. Depois de se casar com uma nativa do Haiti (Gwynne), um cético professor e especialista em cultos e superstições (Lon Jr.) precisa lutar contra o culto Vudu e a perigosa e bela Ilona (Ankers). Parte da  modesta série de suspense da Universal chamada "Inner Sanctum", estrelada por Lon Chaney filho.





A combinação de Vudu e ciência transformam uma linda nativa africana (Jean Davis) em um monstro em "Voodoo Woman" (1957) de Edward L. Cahn. Destaque para a heroína da história, Marla English e para o engraçado monstro-feminino criado em conjunto pelos mestres nas maquiagens vagabundas, Paul Blaisdell e Harry Thomas!





Em "The Disembodied" (Dominada pelo Demônio, 1957) de Walter Grauman, a bela Tonda (Allison Hayes) utiliza estranhos feitiços de Macumba para se livrar de seu velho marido e ficar com um jovem escritor Tom (Paul Burke).




Filmado no Brasil , com parte do elenco nacional e Macumba no título, "Macumba Love" ( O Mistério na Ilha de Vênus, 1960) de Douglas Fowley, fala de romance e...Vudu!
Em uma ilha tropical (Guarujá, litoral paulista), um escritor americano (Walter Reed), enfrenta o poder de Mama Rada Loi (Ruth de Souza), Rainha Vudu e seus rituais sangrentos. Nos intervalos ele ainda namora a bela Vênus (Ziva Rodann) e recebe sua maravilhosa filha ( a peituda modelo June Wilkinson) que está em lua de mel... O visual das praias brasileiras e de June, embelezam a trasheira racista!










                                 June Wilkinson (não, ela não aparece assim no filme!)

No britânico "Curse of the Voodoo" (O Feiticeiro de Zimba, 1965) de Lindsay Shonteff, um caçador branco (Bryant Halliday) mata um leão nas selvas africanas. Acontece que o animal era adorado por uma tribo de praticantes do Vudu, e ao retornar para a civilização, ele passa a sofrer estranhas alucinações e pesadelos, que acabam também atingindo seu conturbado casamento com a bonita Janet (Lisa Daniely). Somente um retorno a selvas poderá salva-lo...






O mesmo produtor de "Curse of the Voodoo", Richard Gordon, também esteve por detrás de "Naked Evil" (1966) de Stanley Goulder. Baseado em uma peça de teatro chamada "The Obi", conta a luta entre duas gangs de jamaicanos na Londres dos anos 60. O chefão de uma delas decide ganhar a briga utilizando os poderes do Obeah (variação do Vudu). Por acidente, um Obi (uma garrafa de vidro contendo terra de cemitério amaldiçoada) é quebrada, libertando um espírito que provoca a morte de várias pessoas de maneiras diferentes.




Em "Il Dio Serpente" (1970) de Piero Vivarelli, a linda Paola (Nadia Cassini), em viajem por uma ilha do Caribe, faz amizade com uma nativa e se vê envolvida com o culto ao fálico deus Vudu Djamballa... Terror, aventura exótica, crítica social e muito erotismo em uma obra confusa mas excitante.







O começo dos  anos 70 foram marcados com misturas de ritos vudus e outros monstros clássicos. 
O ultra barato "Voodoo Heartbeat" (1975) de Charles Nizet, possuí um soro de imortalidade criado pela magia Vudu, um monstro dentuço, tarado e deformado, muitas garotas de bikini e vilões chineses...Tudo isto foi filmado em Las Vegas em 1970 sob o título de "The Sex Serum of Dr. Blake" !




Na obscura co-produção hispano-americana "Vudu Sangriento"/"Voodoo Black Exorcism" (1972) de Manuel Cano, um sacerdote Vudu (Aldo Sambrell) é morto e volta a vida 100 anos depois como uma múmia-viva (que também consegue manter sua aparência humana por determinado tempo) em um cruzeiro de luxo, aonde faz suas vítimas. 






Em "Scream Blacula Scream" (Os Gritos de Blácula, 1973) de Bob Kelljan, o príncipe africano Mamuwalde (William Marshall) conhecido como o vampiro Blácula, é revivido por praticantes do Vudu e se envolve com uma sacerdotisa (Pam Grier), que acredita, possa trazer paz para sua alma atormentada. Continuação do clássico Blaxploitation "Blacula" (1972) de William Crain. Final interessante com a mescla de elementos dos dois gêneros (vudu/vampirismo), quando Pam extermina o vampiro cravando uma estaca em um boneco vudu com a imagem de Blácula!





E também houveram as bruxas/vampiras/zumbis/gostosas de "La Noche de los Brujos" (1973) de Amando de Ossorio.
Vítimas de uma tribo de praticantes de vudu/macumba na África, as garotas voltam da tumba com suas minúsculas mini-saias de pele de leopardo para se tornarem perigosas e sedutoras predadoras.




No pornô "Blue Voodoo" (1977) de Romeo Davis, uma mulher traída, utiliza os poderes de uma sacerdotisa Vudu (Vanessa Del Rio) para se vingar do homem que ama...Com Samantha Fox e Jamie Gillis.




continua... (na segunda parte: Macumba no Brasil, Terror e Muita sacanagem...)

                                                                          by Coffin Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...