segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Noboru Iguchi : Garotas, Sexo & Gore

Diretor, produtor, roteirista, ator...Noboru Iguchi é um divertido especialista em filmes fantásticos com lindas japonesinhas, sexo, gore e humor caótico e por vezes escatológico. 


Nascido em junho de 1969 em Tóquio, Japão, Igushi começou trabalhando em vídeos eróticos típicos do Japão, com incesto, estupros, sexo grupal e fetiches como Bondage e enemas.

Seu primeiro filme de terror foi a comédia de humor-negro "Kurushime-San" (Kurushime Girl, 1997) que ganhou um prêmio no Festival Internacional de Filmes Fantásticos de Yubari. Igushi havia descoberto como unir suas duas paixões: Terror & Sexo! Mas ele ainda continuaria a trabalhar em Pinku-Eigas para diversas produtoras diferentes. 
Em 2003 ele escreveu e dirigiu outra comédia de horror "Koi-Suru Yôchû" (A Larva to Love) sobre um estranho triângulo amoroso entre um rapaz, uma garota e um parasita!



 O vídeo "Saishû Seiki! Natsume Nana" (Final Pussy, 2005) seria a ponte final para seus trabalhos posteriores. Contava a história de uma garota (Nana Natsume) que é vítima de uma experiência do exército e que possuí armas em seus seios que aparecem quando ela fica excitada!

Em 2006 ele dirigiu "Oira Sukeban" (Sukeban Boy) com a jovem estrela erótica Asami. Um vídeo de ação, humor e sexo. Sobre o filme Iguchi conta um incidente envolvendo uma das atrizes: "Totalmente fora de seu papel, ela não queria fazer suas cenas de ação completamente nua. Tentamos acalma-la e convence-la, então a trancamos no set de filmagens até ela fazer seu trabalho...na América nós seríamos presos!"



No mesmo ano ele dirigiu "Nekome Kozô" (Cat-Eyed Boy) baseado em um mangá de horror do famoso Kazuo Umezu.
Seu primeiro grande sucesso internacional foi "Kataude Mashin Gâru" (The Machine Girl, 2008). Ami (Minase Yashiro) é capturada por jovens da Yakuza por conta de um débito de seu irmão com os bandidos. Torturada, ela escapa viva mas sem um dos braços. Ela é protegida por um inventor de armas que adapta uma potente metralhadora no lugar de seu membro...e Ami parte para a vingança! Gore e ação com efeitos especiais de Yoshihiro Nishimura, seu frequente colaborador; além da participação de sua atriz favorita, a gata Asami (Asami Sugiura) !





                                                                                (Asami)

Os filmes de Iguchi foram ficando cada vez mais divertidamente demenciais. "Robo-Geisha" (2009) com Aya Kigushi, Asami e Cay Izumi como recrutas de um exército de geishas biônicas que se rebelam contra seu mestre e precisam enfrentar outras guerreiras e um templo-robot-gigante!


Além de trabalhos para a TV, o diretor fez "Sentô Shôjo: Chi no Tekkamen Densetsu" (Mutant Girls Squad, 2010) sobre Rin (Yumi Sugimoto), uma tímida adolescente que vê seus pais serem assassinados e descobre ser uma mutante com enormes poderes. Logo ela estará envolvida em uma guerra com mutantes malignos e um esquadrão anti-mutantes! Uma versão sexy e descerebrada dos bobinhos X-Men americanos.



Noboru Igushi fez uma homenagem as séries de super-heróis nipônicos da TV (Denji Zabôgâ, 2011) e um filme de terror "mais sério" (Tomie: Anrimiteddo, 2011) e voltou a pirar com o delicioso e escatológico "Zonbi Asu" (Zombie Ass : Toilet of the Dead, 2011). 




Jovens estudantes encontram  vermes parasitas em Trutas, mortos vivos saídos da merda, uma Rainha Anal alienígena e são defendidos por uma garota com peidos mortais! Tudo isto com um final híbrido entre Aliens e um episódio qualquer de Ultraman e uma citação a "The Human Centipede"!!!!!


"Eu gosto mais dos zumbis de Lucio Fulci dos que os de George Romero, então eu procurei fazer os meus mais sujos e decrépitos" (Iguchi em entrevista para a revista Fangoria em Fevereiro de 2013).


Igushi surpreendeu novamente com "Deddo Sushi" (Dead Sushi, 2012) sobre a filha atrapalhada de um Sushi-man e sushis-mortos-vivos que devoram os clientes de um restaurante em uma pousada...
"Piranha 3D foi um sucesso no Japão, mas eu não gostei. Eu queria fazer um filme sobre animais atacando pessoas e que se passasse no Japão. Como eu sou fã do "Ataque dos Tomates Assassinos", decidi por um ataque de sushis!"
                                                                             (Noboru Iguchi)







Tanto que ele foi escalado para dirigir um dos episódios da antologia internacional "The ABCs of Death" (2012), junto com outros 27 diretores. Seu segmento se intitula "F is for Fart" e fala sobre...hehehe...vocês já entenderam!












Noboru Iguchi está preparando o lançamento de "Nuigurumâ Z" (2014), mais um filme de ação e comédia, baseado em uma novela de Keiji Otsuki...



                                                                                                                                  by Coffin-San

2 comentários:

  1. Adoro os filmes de Noboru Iguchi, me amarro demais nesse cinema "shock-gore" (não sei se seria essa a classificação correta) japonês. She-Demons sempre de parabéns!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. O blogue está perfeito. Desse cara aí, eu só conheço o Machine Girl. Muito bom!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...