quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Jim Wynorski : Imperador do Trash-Exploitation


Jim Wynorski já foi chamado de "Russ Meyer dos filmes de horror & fantasia", porque assim como o lendário mestre do sexploitation, Jim costuma incrementar suas produções com atrizes belas e  "turbinadas", com grandes peitões!



Jim nasceu James Wnoroski em Long Island, NY, USA em Agosto de 1950. Fanático por filmes de terror antigos, foi sempre um colecionador de posters, lobby cards e revistas especializadas no gênero, principalmente a célebre Famous Monsters of Filmland. Aos 22 anos, Jim começou a trabalhar em uma grande editora de livros de New York no departamento de ficção e alcançou um bom cargo na área de publicidade da empresa.



 Em 1977, ao trabalhar na campanha de lançamento do filme "Star Wars" de George Lucas (que incluía a publicação de um pocket book baseado no roteiro do filme), ele decidiu que também queria fazer filmes e largando o cargo lucrativo se mudou para Los Angeles em busca de trabalho no cinema.
Trabalhando como assistente de produção em uma série de TV da 20 Century-Fox, Jim acabou conhecendo Julie Corman, esposa e sócia de seu grande ídolo de infância Roger Corman, e lhe ofereceu algumas idéias para roteiros. "O resto foi o destino", conta Wynorski, que logo se viu contratado pelo magnata dos "Filmes-B" para trabalhar no departamento de publicidade da empresa.



 Inicialmente Jim criava títulos e rodava/editava trailers para produções distribuídas pela New World/Concorde Pictures. Logo estava escrevendo roteiros rápidos a pedido de Corman ("Sorceress" (1982) de Jack Hill, uma versão feminina do sucesso "Conan, o Bárbaro", foi escrito por Wynorski em um fim de semana) e finalmente pode dirigir seu primeiro filme.
"The Lost Empire" (Império Perdido, 1984) é uma divertida homenagem de Wynorski aos antigos seriados do cinema dos anos 40, rodado ao "estilo Russ Meyer". 




Três aventureiras gostosas (Melaine Vincz, Raven de la Croix e Angela Aames) enfrentam o satânico Dr. Sin Don (Angus Scrimm) em sua ilha cheia de armadilhas científicas.







"Lost Empire" fez sucesso no mercado de Drive-ins (exibido em programa duplo com "Dawn of the Mummy" de Frank Agrama), chegando a ficar 2 anos em exibição e ganhando um prêmio da categoria (Seattle Drive-in Movie Award). Então veio "Chopping Mall" (1986), inicialmente intitulado "Killbots"; encomendado pela distribuidora de vídeos Vestron Pictures. E Wyrnoski nunca mais parou...



Corman o enviou para a Argentina para filmar "Deathstalker 2 (Dathstalker 2: Duelo de Titãs, 1987) e logo que voltou para casa, foi encarregado de dirigir "Big Bad Mamma II" (A Mulher da Metralhadora, 1987), ação e comédia com Angie Dickinson.





                                                               DEATHSTALKER 2

 Wynorski se especializou então em escrever/dirigir continuações e refilmagens, sempre acrescentando dois ingredientes que ele acha indispensáveis: mulheres gostosas (e com pouca roupa) e doses fartas de humor e deboche. 



                                                                DINOSAUR ISLAND

A refilmagem do clássico ficção científica "B" de Roger Corman "Not of this Earth" (Emissário de um Outro Mundo, 1957), obteve grande repercussão na mídia por uma ideia que Jim teve ao reescrever o roteiro: escalar a famosa ex-atriz pornô/ex-ninfeta-problema Traci Lords para seu primeiro papel em um filme "sério"...



"Not of this Earth" (Vampiro das Estrelas, 1988) de Jim Wynorski, é uma versão "nudie" do filme original, e por ele também ser um dos produtores, ganhou um bom dinheiro com seu lançamento em vídeo, comprando uma bela casa nova, que ele chama de "House of Lords", em homenagem a atriz que também se tornou sua amiga.
A partir de então, Jim Wynorski acabou com uma média de três a cinco filmes por ano como diretor, e ainda mais como produtor/roteirista. Ao longo da década de 1990 veio um fluxo constante de títulos, que começou com " A Volta do Monstro do Pântano" (1989) com Heather Locklear e o ator francês Louis Jordan, que Jim diz odiar com todas as forças! 



Wynorski continuou a subir até o topo da montanha dos Filmes-B com produções como "Hard to Die" (1992), "Dinosaur Island" (1994), "Hard Bounty" ( Amarga Recompensa,1995), estrelado por Kelly LeBrock, "Ponto de Sedução: Body Chemistry III" (1994) e "Uma Paixão incontrolável 4" (1995) com Shannon Tweed e Morgan Fairchild e o infantil "Meu Amigo Munchie" (1992), que contou com a primeira aparição cinematográfica da então desconhecida atriz mirim Jennifer Love Hewitt (então com 12 anos).

                                                                         HARD TO DIE



                              Becky LeBeau e Wynorski nas gravações de Body Chemistry 3

Wynorski, assim como seu parceiro e amigo Fred Olen Ray, é um dos cineastas mais prolíficos da história. Seguindo o método Corman de dirigir/produzir, ele sempre faz tudo de forma muito rápida e muito barata. Jim também coleciona namoradas e inimigos e desafetos, por conta de seu temperamento irascível e workaholic...



                                                                  Jim & Julie Strain

Em 2009, o ótimo documentário "Popatopolis", dirigido por Clay Westervelt e nomeado baseado em um dos inúmeros pseudônimos de Wynorski (que assina as vezes como Jay Andrew, Arch Stanton, Tom Popatopoulous, Daniel Fast, Noble Henry...), acompanha Wynorski durante as filmagens de seu vídeo de terror soft-core, "The Witches of Breastwick", rodado em apenas 3 dias.



 O documentário serve como uma biografia parcial, com trechos de muitos de seus filmes anteriores e inclui entrevistas com Wynorski, seus contemporâneos, elenco e equipe. E vemos o diretor que é bem humorado com as piadas que escreve/dirige nos filmes, mas um "tirano" com suas belas estrelas, obrigando-as a cozinhar suas próprias refeições (foto abaixo) e tratando-as sem nenhum respeito.



Em qualquer locadora é possível encontrar as obras fuleiras e divertidas (nem sempre...) de Wynorski (ou um de seus inúmeros nomes) como "Terror em Alto Mar" (1999), "A Irmandade" (2000), "Tempestade de Fogo" (2001), "Gargoyle" (2004), "Komodo vs. Cobra" (2005), "Sub Zero"(2005), "O Devorador de Ossos" (2007), "Piranhaconda" (2012), e mais...muito mais! 



Atualmente, Jim espera o lançamento pela Concorde Pictures do filme "Water Wars", iniciado em 2007 pelo falecido diretor filipino Cirio H. Santiago (outra "cria" de Roger Corman) e que Wynorski completou e editou em 2011.



                                                     Sorority House Massacre 2


  Como diz a chamada no trailer de "Popatopolis" :

 "Em 20 anos ele fez mais filmes que Scorsese...
  Ele fez mais filmes lucrativos que Bruckheimer...
  E enfureceu mais atrizes que Alfred Hitchcock..."




"Peitos são os melhores e mais baratos efeitos especiais"
                                                   (Jim Wynorski)


                                                                                                                                By Coffin Souza

Um comentário:

  1. Cineasta de bom gosto é coisa rara hoje em dia. Parabéns pela postagem.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...