quarta-feira, 28 de maio de 2014

Motosserra : A Deusa da Violência!




"Na arma utilizada reside todo o espetáculo de um ato de violência. A força aterradora pode ser organizada em uma vasta coleção, de uma variedade assombrosa: Facas - uma forte tradição-, machados, brocas, tesouras de jardinagem, martelos pneumáticos, cortadores de grama, lápis...A lista é infinita. E no alto, no vórtex deste catálogo, ruge uma Rainha entre as rainhas: a moto serra é a estrela indiscutível, a vedete por excelência.




A primeira aparição desta deusa em filmes de terror parece ter sido em " The Last House on the Left" ( Aniversário Macabro,1972) de Wes Craven.



 Sua utilização neste clássico "rape & revenge" não é extensiva. Seu ruído assustador só é ouvido em uma sequencia, apesar de ser uma sequencia memorável e importante. Os dias de glória desta ferramenta estariam por vir.


Seria Tobe Hooper que a elevaria a categoria de protagonista absoluta com o místico "The Texas Chainsaw Massacre" (O Massacre da Serra Elétrica, 1974), vagamente inspirado nas atividades sangrentas do lendário Ed Gein.
O filme acabou centrando toda sua intensidade na figura quase divina da serra, centro do roteiro, da família de canibais, do trabalho deles e claro, do horror. 


Assim se gerou toda uma mitologia ao redor desta ferramenta e a motosserra se transformou da noite pro dia em um membro destacado do Star-System do Horror cinematográfico. Assim como seu eficaz e lendário portador: Leatherface!


Apesar de ter gerado polêmica , ser proibido durante anos em diversos países (Brasil inclusive), e de ser citado como um filme ultra-violento, o primeiro "Massacre do Texas", não tem absolutamente nenhum Gore...


O mesmo Tobe Hooper voltou a saga de matanças com "The Texas Chainsaw 2" (O Massacre da Serra Elétrica Parte 2, 1986); onde um Denis Hooper histriônico enfrentava a família de canibais com suas mesmas armas. Mais ainda, armado de um arsenal de motosserras, o personagem justiceiro se entrega a uma vingança total, sangrenta e apocalíptica. 






Logo diversos psicopatas das telas aprenderam a arte e o ofício de manejar a arma: "Motel Hell" (Motel Diabólico, 1980) de Kevin Connor, com seu psicopata-com-cabeça-de-porco; "The Last Horror Film" (1982 ) de David Winters; "The Mutilator" (O Mutilador, 1985) de Buddy Cooper, são alguns exemplos representativos. 





Outras produções foram mais fundo, incorporando a presença da serra em seus títulos..."Hollywood Chainsaw Hookers" (O Massacre da Serra Elétrica 3- O Massacre Final, 1988) de Fred Olen Ray, com um hilário culto de prostitutas (as Scream Queens Michelle Bauer e Linnea Quigley) que adoram a moto serra e é presidido por ninguém menos que Gunnar Hansen, o legendário Leatherface original!





"Das Deutsche Kettensägen Massaker" ( The German Chainsaw Massacre/ Blackest Heart,1990) é uma sátira  política, sangrenta e divertida de Christoph Schlingensief, uma alegoria sobre a unificação da Alemanha, regada a corpos desmembrados e muito deboche...


Alguns títulos foram espertamente manipulados por exibidores e distribuidores, incorporando o mítico objeto perigoso para atrair o público sedento de sangue e do ruído infernal de seu motor: "Mil Gritos Tienes la Noche" (1982) do espanhol Juan Piquer Simón foi lançado na França como "Le Sadique à la Tronçoneuse" ("o sádico da moto serra") e no Brasil como "O Terror da Serra Elétrica" (o erro feito aqui ao batizar o clássico de Tobe Hooper é perpetuado até hoje: Moto Serras são movidas a combustível e não são elétricas!).




A trilogia clássica de Sam Raimi " The Evil Dead" ( A Morte do Demônio/Uma Noite Alucinante, 1981)...                             


  "Evil Dead 2: Dead By Dawn" (Uma Noite Alucinante - Mortos ao Amanhecer, 1987) e "Army of Darkness" (Uma Noite Alucinante 3, 1992); são filmes sobre a luta contra estranhos demônios, mas a presença da serra elétrica é constante e muitas vezes utilizada para boas piadas visuais.





"Bad Taste" (Trash- Náusea Total, 1987) de Peter Jackson, sobre alienígenas canibais, utiliza a ferramenta com todas as suas possibilidades.     


Parece sensato pensar que a serra tem sido utilizada mais como um atrativo comercial; tal sua popularidade. Quanto menor o orçamento, mais serra! Mas filmes de outros gêneros também passaram a mostrar a serra em ação...
Como "Scarface" (1983) de Brian de Palma, aonde  o personagem vivido por Al Pacino é obrigado a assistir seu amigo ser torturado e desmembrado por um grupo de traficantes colombianos. Um horror realista em um filme policial...


Mas não existe dúvida; em matéria de ferramenta e instrumento de trabalho para destroçar vítimas, zumbis, aliens, monstros ou o o que quer que seja...não existe nada melhor. Deus Salve a Rainha!!!! "

(Texto do cineasta Jaume Balaqueró na Revista "Zine Shock" # 6 (1995). Traduzido, adaptado e revisado.)

A rainha/deusa moto serra continua fazendo seus fãs e seus estragos habituais até hoje:




















              "Oh! Dúvida cruel! Qual delas vou usar hoje???"
                                                                                






                                                                                                By Coffin Chainsaw Souza

2 comentários:

  1. Muito boa matéria!Sou um cultuador dessa máquina!Acho que não existem um cultuador maior que eu!Tenho sete motosserras aqui guardadas igualzinho na prateleira do leatherface!Além disso,tenho quase todos os filmes citados acima!Fiquei interessado nesse Motel Heel!preciso vê-lo dia desses!

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a matéria, como todas por aqui! Adoraria compartilhar no face, mas terei que esperar para semana que vem, acui, já que o facebosta me botou de castigo por não sei quantos dias.
    Ass: Blob :(

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...