sexta-feira, 13 de junho de 2014

Rape & Revenge : O Dia da Vítima! (Parte 3)

O ponto central deste sub-gênero de filmes é que nós (o público) tem que ter empatia com a vítima e querer ver sua vingança justa e sangrenta sobre esses canalhas.
O revival do cinema grindhouse trouxe nos últimos anos várias refilmagens e homenagens ao gênero...

"Arrombada - Vou Mijar na Porra do Seu Túmulo" (2007) de Petter Baiestorf
Um traficante de drogas condenado (Vinnie Bressan) é obrigado por um juiz de direito e senador (Coffin Souza) a sequestrar uma garota viciada (Ljana Carrion) para uma festa  regada a estupros e violência. Juntos estão seu médico particular (Gurcius Gewdner) e o padre de sua família (PC). 




O traficante se arrepende e tenta resgatar a garota. Ela no entanto consegue escapar, agredindo violentamente o senador e empalando o próprio traficante. 



Num final tipicamente crítico, como toda a obra do diretor, as coisas não saem muito bem para a vítima e a violência e impunidade dos poderosos prevalece...
Muita putaria, violência e humor bizarro em uma homenagem nacional aos filmes sexploitation... com um toque ácido.






"Run! Bitch, Run !" (2009) de Joseph Guzman
 Tudo acontece em um fim de mundo da América, o que mostra uma vida miserável, o oposto das mansões de Hollywood. Catherine (Cheryl Lyone) e Rebecca (Christina DeRosa) são duas belas estudantes católicas que batem de porta em porta para vender suas bíblias para pagar os estudos. Um dia batem na porta de uma família psicótica, bem na hora errada.



As garotas são violentamente estupradas e deixadas para morrer. Catherine sobrevive, amadurece e retorna como uma nova pessoa, com apenas um desejo: vingança!




Trash, violento, com elementos de erotismo e humor negro; esta obra do diretor de "Nude Nuns with Big Guns" (2010, mistura de nunsploitation com rape & revenge) foi rodada totalmente ao estilo grindhouse/exploitation anos 70 e com diálogos espertos ao estilo Tarantino...





"The Last House on the Left" (A Última Casa, 2009) de Dennis Iliadis



 O perigoso criminoso Krug (Garreth Dillahunt) e sua gang, raptam as jovens Mari e Page. Krug dirige o carro de Mari e ela provoca um acidente em uma árvore. Krug esfaqueia Paige e estupra e agride Mari; no entanto Mari consegue escapar, nadando no lago, mas Krug atira pelas costas. Eles caminham pela estrada isolada na floresta e chegam a casa da família Collingwood dizendo que acabaram de ter um acidente de carro. Emma e John Collingwood (Monica Potter e Tony Goldwyn) são os pais de Mari, e ao descobrirem a verdade, concebem uma série cada vez mais horrível de táticas de vingança.



Refilmagem do clássico de 1972, com boa produção mas "suavizado" no sexo e violência, certamente procurando um público maior.

"I Spit on Your Grave" ( Doce Vingança, 2010) de Steven R. Monroe.

Jennifer (Sarah Butler), uma jovem escritora em busca de inspiração para seu segundo romance, retira-se para uma cabana isolada no interior da Louisiana. Poucos dias depois, Jennifer é humilhada e brutalmente estuprada por quatro homens e até mesmo uma figura de autoridade local.



 O que se segue é a sua vingança, claramente executada com um ódio profundo e moral zero : armadilhas mortais, banheira de ácido, olhos arrancados, etc. 



 Refilmagem de "Day of the Woman" que combina a atmosfera crua do original com a tendência mais moderna de torture-porn.  O personagem do xerife corrupto (Andrew Howard) é uma boa adição ao roteiro original de Zarchi... 

"I Spit On Your Grave 2" (Doce Vingança 2, 2013) de Steven R. Monroe



A jovem garçonete Katie (Jemma Dallender) aspira uma carreira de modelo e responde a um anúncio para um book fotográfico gratuito. Conhece 3 irmãos búlgaros cheios de más intenções. Um deles a persegue até seu apartamento e a sodomiza brutalmente, além de matar um vizinho dela a facadas.



 Katie é raptada e levada para a Bulgária, aonde fica presa em um porão e é torturada e estuprada diversas vezes. Enterrada viva em uma caixa no porão, ela consegue escapar e se refugia nua e esfomeada no sistema de esgoto. Ao roubar uma igreja próxima, é encontrada pelo padre Dimov (Valentine Pelka) que tenta ajuda-la. Mas Katie deixa uma bíblia aberta na passagem "a vingança é minha" e parte para a vingança contra seus estupradores...



O filme recebeu  lançamento limitado em apenas um   cinema nos Estados Unidos, fazendo sua carreira em DVD e foi recebido negativamente pela crítica. Mas é um bom exemplar do gênero, com muitas cenas de sexo e nudez da bela vítima e uma vingança sádica que inclui um dos irmãos sendo deixado para morrer apodrecendo e outro tendo os testículos esmagados!



* Estupro é um crime hediondo, física e psicologicamente. Infelizmente o Brasil tem uma cultura machista e violenta e a cada ano estima-se que mais de 500.000 pessoas são estupradas no nosso país. Metade das vítimas são crianças.
A maior parte dos casos acontece em ambiente doméstico e é praticado por maridos ou parentes das vítimas.
Segundo uma pesquisa polêmica recente, 58,5 % dos entrevistados acredita que "o comportamento feminino influência os estupros".
Os casos reais de "Rape & REVENGE" são muito raros...



                                                                            by Coffin Souza





















Um comentário:

  1. muito bom estas postagens : Rape & Revenge : O Dia da Vitima! não sabia que existiam tantos filmes deste genero so conhecia 3, sendo que destes 3 só assisti dois " A Vingança de Jennifer e o seu remake " Doce Vingança " o resto para mim é inédito ....Valeu por mais esta postagem ,um abraço de Spektro 72.
    P.S - Mulheres não são objeto sexual ,são seres humanos que merecem ser amadas e respeitadas por nos Homens.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...