segunda-feira, 11 de agosto de 2014

SEX TREK : Jornada Safada nas Estrelas




"Sex Trek" (2014) é uma mini-série independente francesa de humor. Uma fan-série parodiando Jornada nas Estrelas (Série clássica & Nova Geração), sobrando farpas para outros filmes de ficção científica e fantasia, como Alien, King Kong, etc. A produção também lembra em vários pontos a paródia erótica "Flesh Gordon" (1974).
Com direção, produção executiva, som, edição e fotografia de Laurent Gonel, Sex Trek é feito por ele e seus amigos, em diversas funções e papeis variados.



Recebi gentilmente os episódios 3,4,5 & 6, e apesar de estarem em francês sem legenda, a diversão foi garantida por conta das muitas piadas visuais.
Mas vamos a aventura: A nave comandada pelo exótico Capitão Jean Luc Picon  (Jean Luc Risch), tem a missão de "penetrar" em lugares nunca antes explorados pela humanidade. A tripulação parece viver em constante tensão sexual, o que dá muito trabalho para o entediado psicólogo de bordo, Dr. Woody Alien!



Um planeta habitável em uma galáxia literalmente "de merda", é descoberto e Picon e parte da tripulação são transportados para lá. O primeiro contato é com a tribo dos primitivos Gangas Bangas, selvagens tarados com visual remetendo aos filmes dos anos 30. 


O planeta também é habitado por uma fauna de dinossauros fálicos e pela grande Queen Kon, uma macaca gigante, solitária e carente.



O capitão acaba preso no planeta e passa por vários perigos (de cunho sexual, como ser utilizado como consolo pela macaca, ou ser estuprado por um pterodáctilo tarado!) e uma atrapalhada missão de resgate tem início.



                          O capitão "penetrando" em lugares nunca antes desvendados...


                                                             um Pteropênissauro!!

Como em Jornada nas Estrelas, o personagem principal é o Capitão e suas "conquistas amorosas", mas vários personagens se destacam. O próprio diretor & faz-tudo Laurent Gonel, vive o médico de bordo Guy "medicine man" Solies e seu irmão deformado Raoul Solies. 




Alexander Vasiljkic é Ikthar, com orelhas "de Spock" e uma vagina na testa com poderes "mentais"! Laurence Both é a piloto Elethonia, secretamente apaixonada pelo capitão e Maury Dubourg, a conselheira e mocréia Luxury Troy. Também são engraçados, um tripulante que só utiliza o tele-transporte para trocar de roupas e de penteado, e o chefe de comunicação gay.
Também na equipe/elenco : Xavier Stein, Cyrille Porte, Emanuel Bettiger, Olivier Nelli; Sam Rosetti (FX) e David Scherer (make-up)...



Os efeitos especiais são todos amadores e dão um toque extra na bagunça. Todos os cenários são digitais, e os personagens ficam com uma "aura" provocada pelo fundo verde; os monstros são bonecos mal-articulados de papelão e borracha, e a gorila gigante é um ator em uma fantasia engraçada, com peitos e roupa feminina de palha!



As sacanagens da série são bastante "soft", sem nudez e centrada nas criaturas taradas do planeta e em diálogos (os que consegui entender...heheh). Mas é inegável o esforço de Gonel e equipe para fazer uma deliciosa homenagem debochada (e caseira) aos ícones da TV e da ficção-científica. Declaro que não sou um grande fã da saga criada por Gene Roddenberry, principalmente por culpa dos fanáticos fãs-Trekkies; mas se todos soubessem brincar com toda a mitologia como nas produções da Gonel-Zone, certamente este ranço seria muito menor. 



"Sex Trek" está no Youtube e continua...Conheça e divirta-se sem traumas e...boa jornada !!!







Todos os episódios podem ser assistidos na página da produtora:


http://www.gonel-zone.fr/films/sex-trek/episodes/




                                                                                                                                by Coffin Souza

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...