sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Pecado na Sacristia & no Convento



"O instinto sexual é basicamente “natural”. O que quero dizer que independe de nossa vontade. Ele é o animal que nos estimula, inconscientemente, a nos perpetuar e livremente nos dissolvermos no outro corpo. É a procriação (diferente do conceito católico), que busca criar incessantemente, sem contudo nos exigir a geração de outro corpo, ainda que isso fosse “natural”. Dizemos fazer sexo por prazer simplesmente porque temos consciência dessas sensações. Podemos descrevê-las e, disso, gerar mais prazer...
 A  auto-determinação e a liberdade de opção em termos de sexualidade é fundamental para que um ser humano caminhe seguro pela vida. Um ser humano seguro é aquele que consegue viver harmoniosamente no mundo, e transitar livremente entre seu corpo e sua mente sem conflitos muito graves.
A repressão, por parte dos pais, das religiões e da sociedade, em forma de tabus e estereótipos, aos instintos de uma pessoa, é uma violência terrível. A personalidade verdadeira da pessoa vai afundando, mais e mais, para um lado remoto da mente, ficando camuflada por máscaras que satisfaçam as vontades alheias. 
Ao contrário de outras culturas, em que alcançar o máximo de satisfação no sexo é importante, a nossa cultura judaico-cristã valoriza mais a sofrimento, considerando-o uma virtude. O prazer é visto com maus olhos..."
                            (Sandra Belevites "Prazer X Religião")


A negação forçada do sexo, imposta pelo celibato de padres e freiras católicos, gera aberrações dentro da própria instituição, como a rede de prostituição do Vaticano e o escândalo dos padres pedófilos. Mas também acaba gerando muita safadeza em todas as mídias. Já vimos aqui um pouco do gênero de filmes chamado de NUNSPLOITATION. Hoje vamos viajar um pouco nos "pecados" artísticos de filme, fotos e desenhos, mostrando a putaria em sacristias e conventos mundo afora...
Boa diversão e prazer...sem culpa...









































































                                                                                                             By Coffin Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...