sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Luan Peters : Voz & Corpo




Nascida como Carol Hirsch,em 18 de Junho de 1946 em Londres, Inglaterra. Ela fez sua estréia nos palcos em uma pantomima com apenas quatro anos, e depois ganhou uma bolsa de estudos para estudar teatro aos 16 anos.  Carol começou a cantar em uma banda por alguns trocados por noite, como forma de ganhar um dinheiro extra enquanto frequentava  a escola de arte dramática. Sua carreira de cantora iniciou-se em Manchester, onde, sob o nome de Karol Keyes (em homenagem a seus empresários da Keystone Promotions), ela liderou a "Karol Keyes and the Big Sound", uma banda anteriormente conhecido como "The Fat Sound". Um de seus primeiros registros foi um número de Ike & Tina Turner chamada "A Fool in Love" na Columbia. Ela se separou da banda que em junho de 1966; um ano mais tarde, ela se juntou a escola de teatro de Joan Littlewood no Theatre Royal Stratford East. Ela continuou a cantar em casas noturnas, e fechou um contrato de gravação com a gravadora EMI, escolhendo então o nome artístico de Luan Peters.



Ela estrou como atriz em séries e mini-séries da TV britânica utilizando o nome de Karol Keyes em 1967.
A bela loirinha, além de voz, tinha lindos seios, e logo começou a aparecer no cinema, começando com o sexploitation "Not Tonight, Darling" (1971), aonde viveu uma dona de casa que é importunada por um voyeur...




"Man of Violence" (1971) de Pete Walker, é um thriller de ação e nudez...ou melhor: pouca ação e muita nudez, e que foi praticamente todo divulgado em torno de imagens dos seios de Luan...




Luan Peters fez sua estreia como "Hammer Girl" em "Lust For a Vampire" (Luxúria de Vampiros, 1971) de Jimmy Sangster, em um pequeno papel como a jovem Trudi, uma das vítimas da Condessa Carmilla Karnstein (Yutte Stensgaard).






Ela seria novamente vítima de uma bela vampira em "Twins of Evil" (As Filhas de Drácula, 1971) de John Hough. Neste caso, ela é Gerta, que é oferecida pelo Conde Karnstein (Damien Thomas) como "primeira refeição" para a recém convertida em vampira Frieda (Madeleine Collinson)...




Luan voltaria ao sexploitation trash e violento de Pete Walker com "The Flesh and Blood Show" (1972). Um grupo de atores e um diretor são reunidos por um produtor misterioso para ensaiar uma peça em um teatro abandonado no final de um cais na costa Inglesa. Logo eles começam a desaparecer um a um, despachados por um  maníaco assassino. 




Isso soa como um filme de terror típico, mas na verdade ele foi influenciado pelos filmes Giallo italianos e precedeu a mania slasher por muitos anos. Peters vive a jovem atriz Carol Edwards, e já inicia o filme mostrando seu belo corpão, em uma cena engraçada e sensual.




Luan Peters apareceu duas vezes na série-cult de Sci-Fi "Dr.Who" (em 1967 e 1973), e esteve novamente envolvida com sugadores de sangue na comédia "Vampira" (1974) de Clive Donner, com David Niven como o envelhecido Conde Drácula. Ela aparece rapidamente como a secretária de um empresário de modelos da revista Playboy...






Em 1975, ela liderou a banda "5000 Volts" e apareceu no "Top of the Pops" cantando seu hit "I'm on Fire";  que no entanto ficou mais conhecido na voz de Tina Charles. Peters continuou a lançar singles (principalmente na Europa) ao longo da década...



Em "The Devil's Man"/ "Land of the Minotaur" (1976) de Kostas Karagiannis , ela viveu a mocinha Laurie, que ajuda o padre Roche (Donald Pleasence) a desvendar um culto pagão que adora a figura do monstro Minotauro, e é liderado pelo sinistro Barão Corofax (Peter Cushing). Um papel de destaque e uma dupla de grandes atores de filmes de terror. Pena que o diretor grego (o filme é uma co-produção Inglaterra-Grécia) não tinha intimidade com o gênero, e o filme não assusta e também não faz nenhum sentido...





Luan continuou com sua carreira musical e dedicou seu trabalho como atriz para diversas séries de TV. Voltou ao cinema em duas comédias eróticas : " The Wildcats of St. Trinian's" (1980) e "Pacific Banana" (1981), mostrando ainda estar em forma e compondo e cantando o tema do segundo filme.




 Seus últimos papeis na televisão foi  em dois episódios  da série "The Bill" (1989 e 1990). Em 2005, ela foi entrevistada para o documentário "Fawlty Towers Revisited".




                                                                                                     By Coffin Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...