segunda-feira, 11 de julho de 2016

Dançando Com Vampiros


A década de 60 foi rica em filmes de terror gótico, graças as produções da Hammer Films britânica e do ciclo de terror italiano. Frankenstein, múmias, vampiros e vampiras atacaram nas telas de todo o mundo; o que gerou é claro diversas sátiras e paródias ao gênero.
O jovem e promissor diretor polonês Roman Polanski tinha apenas 3 longa metragens em seu currículo ("Faca na Água"-1962; "Repulsa ao Sexo"- 1965 e "Cul-de-Sac"/"Armadilha do Destino"-1966), quando chamou a atenção do executivo Martin Ransohoff (da produtora Filmways) com seu projeto de uma sátira ao gênero. 
Polanski e seu colaborador habitual, Gerard Brach, haviam escrito um roteiro intitulado "The Vampire Killers", e Ransohoff  prometeu uma grande distribuição via M-G-M e um orçamento além dos sonhos do jovem diretor: 2 milhões de dólares. Só havia uma condição: O filme tinha que ser estrelado pela nova protegida de Ransohoff- uma bela loura americana de 23 anos chamada Sharon Marie Tate.



 Modelo e vencedora de diversos pequenos concursos de beleza, Tate havia aparecido antes em pequenas pontas em séries de TV e no filme de terror e suspense "Eye of the Devil" (O Olho do Diabo, 1966) de J.  Lee Thompson. 




 Ela interpretou uma jovem chamada Odile, e que possuía poderes sobrenaturais. Uma combinação de ocultismo, sexo, sadismo, estrelado pelos famosos David Niven e Deborah Kerr...



... mas que lançou a carreira de Tate e principalmente, de David Hemmings, que no ano seguinte seria o astro do clássico de Antonioni "Blow-Up" (Blow-Up : Depois Daquele Beijo, 1967).




Polanski queria Jill Sr. John (sua namorada na época) para o papel da jovem e linda ruiva Sarah, e a contragosto teve que aceitar miss Tate. Durante as filmagens Polanski foi extremamente exigente com a atriz, chegando a rodar 70 vezes a mesma cena para ficar satisfeito, não conversando com ela de início e a assustando...mas se tornaram amigos...mais que amigos...






O filme foi rodado com o título de "Dance of the Vampires", e contava a seguinte história: "O maluco Prof. Abronsius (o irlandês Jack Mac Gowran) e seu assistente e aprendiz Alfred (o próprio Polanski) viajam pela velha Transilvânia em busca da verdade sobre os vampiros. 



Em uma estalagem, Alfred fica encantado com a filha do dono (Sarah-Tate), mas ela é raptada pelo diabólico Conde Krolock (Ferdy Mayne, perfeito no papel!), o líder dos vampiros da região. 










O Professor e Alfred partem para o castelo do Conde para salvar a jovem e eliminar os vampiros, mas encontram diversas complicações na missão, como o interesse de Herbert (Iain Quarrier)- o filho vampiro-homossexual do Conde- por Alfred; e a realização de um baile de gala reunindo centenas de vampiros..."






       Acostumado anteriormente com baixos orçamentos, Polanski pode escolher alguns dos melhores técnicos do cinema britânico para trabalhar com ele: o diretor de fotografia Douglas Slocombe, o desenhista de produção Wilfrid Shingleton e o coreográfo Tutte Lemkow (responsável pela coreografia da grande cena do baile...).


Mas, a produção não foi nada fácil: mudanças de locações, técnicos mal intencionados, problemas burocráticos...mas, Polanski deu tudo de si na direção e interpretação (apesar de seu "Alfred" ser praticamente Polanski mesmo...mas na tela..) e se divertiu muito, rindo sempre e acabando por se apaixonar pela atriz que ele não queria...



Como o filme tinha várias conotações sexuais, foram realizados ensaios fotográficos com Sharon Tate para as revistas Vogue e Playboy ...












Os produtores americanos decidiram que o filme não estava muito engraçado, e fizeram alguns cortes, reeditaram e o re-nomearam "The Fearless Vampire Killers, or Pardon Me, But Your Teeth Are in My Neck"...



... além de rodarem um curta de introdução com o comediante Max Wall esplicando a melhor maneira de matar vampiros...Polanski odiou a nova versão!



Apesar da divulgação, o filme e os ensaios sensuais de Sharon Tate pouco fizeram para sua carreira, mas ela e Roman Polanski se casaram em uma badalada cerimônia em janeiro de 1968.





Em junho de 1968 estreou "O Bebê de Rosemary" de Roman Polansky, um drama de horror baseado em um romance de Ira Levin, sobre uma jovem esposa grávida (Mia Farrow) que é vítima de uma conspiração demoníaca... No ano seguinte, Polansky adquiriu uma luxuosa mansão no exclusivo distrito de Hollywood Hills em Los Angeles, e Sharon Tate estava grávida e feliz...
Em 8 de Agosto de 1969, Polanski estava em Londres, pronto para voltar aos Estados Unidos para ficar com sua jovem esposa e esperar o nascimento de seu primeiro filho. Sharon Tate estava na propriedade do casal em companhia de 3 amigos. Logo depois da meia noite, o local foi invadido por  3 membros do culto do guru-psicopata-picareta Charles Manson, que tinham a intenção de iniciar um evento mítico-revolucionário chamado "Helter Skelter". 




Sharon tate e seus amigos foram chacinados sem piedade. Sharon levou 16 facadas e foi enforcada com uma corda de nylon. A palavra "pig" foi escrita na casa com o sangue da jovem atriz...




 O crime chocou o mundo inteiro e pos fim ao sonho hippie de "paz & amor" da década.
Sharon Tate nunca chegou a ser uma estrela internacional, apesar de sua memorável participação em "A Dança dos Vampiros", mas devido a forma horrível que morreu - grávida e aos 26 anos- se tornou uma superstar póstuma...





"A Dança dos Vampiros" recebeu muitas críticas negativas (principalmente a versão norte-americana) na época, mas acabou sendo um sucesso de público em várias partes do mundo; foi relançado e redescoberto como uma comédia-cult, sendo hoje um clássico da cultura pop...




Ferdy Mayne continuou em uma carreira prolífica e retornou a uma papel muito similar em "Vampire Happening"(A Convenção dos Vampiros, 1971) de Freddie Francis...



Polansky continua sua carreira bastante irregular de diretor e ator, entremeada com sua turbulenta vida pessoal e relacionamentos com jovens atrizes...



 30 anos depois, "Dance of the Vampires" foi transformado em um luxuoso musical (de 7 milhões de dólares) chamado "Tanz der Vampire"/"Dança dos Vampiros"...





                Sharon Tate : 24/01/1943-09/08/1969 R.I.P.

Um comentário:

  1. Uma jovem talentosa morta por um bando de covardes desta seita ridicula do Sr.Charles Manson que ate hoje paga elo o preço de ter matado essa atriz promissora, se fosse aqui no Brasil, Manson pegava 30 anos sai em 10 anos e continuaria pregando o seu Helter Skelter para alguns imbecis de plantão.. infeliz,ele ainda é cultuado por alguns idiotas.. eu não perdo-o por ter tirado á vida da linda e talentosa Sharon Tate .
    Sobre é um classico .. já faz muitos anos que não passa na TV Aberta tanto dublado quanto legendado ( pois ele passou legendado no "Cine Clube " da Rede Globo ) os dubladores do elenco principal ate hoje eu lembro são eles : Polanski dublado por Ionei Silva ( voz do Hideki Goh ,do Regresso de Ultraman ), o Prof. Ambrosius dublado por Jose Santa Cruz (voz do Dino da "Familia Dinossauro " e o Conde Krolock dublado por Darci Pedrosa ( voz do Jack Palance em " Acredite se Quiser " que passava na extinta Rede Manchete ).
    Bom artigo e bem escrito com sempre mestre do cinema underground obscuro Coffin Souza.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...