domingo, 7 de janeiro de 2018

LILITH: Deusa-Mulher-Demônio





Lilith está presente em várias culturas, e sua história é muito conhecida no meio hermético judaico. Ela também é estudada em diversas obras da literatura. 
Lilith aparece como um demônio noturno na crença tradicional judaica e islâmica, e como um espírito feminino vingativo em outras culturas como a hebraica.





Primeiramente, Lilith  foi uma deusa adorada na Mesopotâmia e na Babilônia, associada com ventos e tempestades, que se imaginava serem portadores de enfermidades e mortes.  Porém algumas vezes ela se utilizaria da água como uma espécie de portal para o seu mundo. 




A imagem de Lilith, sob o nome Lilitu, apareceu primeiro representando uma categoria de demônios ou espíritos dos ventos e tormentas na Suméria por volta de 3 000 a.C. Muitos estudiosos atribuem a origem do nome fonético Lilite por volta de 700 a.C. Segundo a etimologia judaica vulgar, o nome Lilith deriva de «Layil», que significa «noite». O mesmo nome, de acordo com as tradições assírio -babilónicas, significa «demônio feminino» ou «espírito dos ventos».
 Seu símbolo era a lua, pois assim como a Lua ela seria uma deusa de fases boas e ruins. Alguns estudiosos assimilam ela a várias deusas da fertilidade, assim como deusas cruéis devido ao sincretismo com outras culturas.




Nas escrituras hebraicas (Talmud e Midrash) Lilith aparece como um demônio noturno. Na crença islâmica, ela é tratada como a primeira mulher do personagem bíblico Adão, sendo, em uma passagem (Patai 81: 455f), acusada de ser a serpente que levou Eva a comer o fruto proibido. 
Segundo eles acreditam, a mulher criada do barro juntamente com Adão se mostrou indomável, independente "maléfica" e teria deixado a presença de Adão, e então expulsa do Paraíso. 


Algumas vezes ela é tida como a serpente que teria tentado (seduzido?) Eva... Lilith fez Eva comer a maçã  para que o homem fosse expulso do paraíso e desde então, ela tentaria destruir os filhos de Adão e Eva, perseguindo os homens e as crianças.



Lilith também é tratada como um bicho maléfico ou animal noturno, termo encontrado nas traduções recentes da Bíblia (Isaías 34:14). Por sinal é neste versículo em Isaías onde o nome Lilith é citado unicamente na Bíblia atual. Mesmo assim, mais recentemente, teria sido trocado por coruja ( "Owl" em inglês) ou (como aqui no Brasil) "animal noturno". Acredita-se que durante o Concílio de Trento (ou muito antes disso), a Igreja Católica teria retirado as menções a Lilith do Gênesis, e deixado seu nome passar apenas nesse versículo de Isaías:
“And there shall the beasts of the desert meet with the jackals, and the wild goat shall cry to his fellow; the lilith also shall settle there, and find for herself a place of rest.”

Isaías 34:14 – Versão John Nelson Darby.

 Em 1945, próximo à cidade de Nag Hammadi (Egito), 52 cópias de textos antigos, chamados de evangelhos apócrifos, foram encontradas em 13 rolos de papiros envoltos em couro . A igreja católica rapidamente tratou de considerá-los falsos, mas apropriou-se deles, trancafiando-os nos cofres do Vaticano............

Em um desses evangelhos, está a história de Lilith, a primeira mulher da história. Conta que no início Deus criou Adão e Lilith, ambos do pó. Entretanto, Lilith não aceitava a condição de ser submissa a Adão, até porque eram feitos da mesma matéria.





"Por que devo deitar-me embaixo de ti? Por que devo abrir-me sob teu corpo? Por que ser dominada por ti? Contudo, eu também fui feita de pó e por isso sou tua igual" disse Lilith ao Todo Poderoso, o qual retrucou que era assim que Ele havia feito, e assim continuaria. Lilith então se rebelou, e decidiu abandonar o Jardim do Éden, fugindo para o Mar vermelho...

Adão, agora solitário e muito triste, suplicou a Deus "Soberano do universo! A mulher que você me deu fugiu!". Deus enviou então três anjos para trazê-la de volta: Sanvi, Sansavi e Samangelaf. O nome de tais anjos ainda integram o folclore europeu, e muitas pessoas penduram placas na porta de casa com os nomes desses anjos para 'afastar o espírito de Lilith'.




Os anjos voltaram dizendo que Lilith havia se recusado a retornar. Foi quando Deus fez outra mulher para Adão, dessas vez de sua costela, para não correr o risco de que essa também se rebelasse...Enquanto isto, Lilith planejava sua vingança.






Os primeiros filhos e Adão & Eva foram Caim & Abel. Caim matou seu irmão mais novo e foi amaldiçoado, partindo para uma vida errante com sua...esposa(?!??). Lilith seria a mulher que teria casado com Caim (Gênesis 4:17). A união do primeiro assassino do mundo, com a vingativa ( e também amaldiçoada) ex-mulher de seu pai, teria originado logicamente, uma prole inimiga dos "filhos de deus"... 




 Lilith também estaria ligada a origem do vampirismo, pois ela matava crianças, realizava abortos, seduzia homens e mulheres, para matar e sugar seu sangue. Muitos jovens que estivessem sozinhos, poderiam ter pesadelos sexuais com Lilith.





Na demonologia, Lilith é o demônio feminino/demônio da noite, mãe de todos os incubus e succubus, os demônios sexuais. Possuidora de grande beleza, é a concubina preferida de Lúcifer, (uma das suas 5 esposas, e a preferida dele), e possui o título de Rainha do Inferno. Outra vertente ocultista a coloca como esposa do demônio Samael, o Anjo da Morte.




Certas mitologias dizem que o motivo que levou Lilith a abandonar o paraíso foi não só a sua recusa em submeter-se a Adão, mas também a sua incontrolável luxúria. Foi a lascívia que a levou a entregar-se a Lúcifer, com quem conheceu o prazer que não conseguia ter com Adão. Em troca das relações sexuais, Lúcifer concedeu a Lilith sabedoria mística e magica. Foi essa sabedoria esotérica, ( a magia negra), que deu a Lilith os meios para fugir do Paraíso e consumar a sua magia negra, através da prostituição com os demônios. Lilith foi por isso a primeira bruxa na história da humanidade. 




Ao contrário de Eva que morreu como qualquer ser humano, Lilith tornou-se consorte de Lúcifer, e metamorfoseou-se num demônio. Lilith é o succubus original, que ataca os homens á noite e cavalgando sobre o corpo da sua vítima, lhes suga a alma através do contato sexual...


Lilith apareceu como personagem dos quadrinhos da Marvel Comics em duas encarnações diferentes. Primeiro veio "Lilith, A Filha de Drácula" (primeira aparição em "The Curse of Dracula # 1(junho de 1974), desenhada por Gene Colan). 




A filha mais velha do rei dos vampiros tem os poderes de seu pai, mas não teme a luz do sol, nem os símbolos religiosos. E os dois são ferozes inimigos...





 A segunda personagem está um pouco mais ligada com a mitologia e a demonologia : "Lilith, conhecida como "A Mãe de Todos os Demônios" (apareceu a primeira vez em "Ghost Rider" vol.2 #28-Agosto de 1992)...





Esta Lilith é uma feiticeira imortal, sobrevivente de Atlantis, e que durante os séculos, deu à luz a várias criaturas monstruosas, e que continuam a obedecê-la...




"Darklight" ( Darklight-O Poder da Escuridão,2004) de Bill Platt, é uma produção feita para a TV (Sci-fi Channel), inspirada pelo mito antigo ...


 Shiri Appleby vive a imortal Lilith,  perseguida por uma sociedade secreta conhecida como "The Feith" ( A Fé). Sua verdadeira natureza  está escondida por um feitiço poderoso, Lilith vive como uma mulher de 24 anos sem memória de seu passado eterno. Agora, o agente principal da Fé, William Shaw (Richard Burgi), deve recrutar Lilith e treiná-la para usar seu poder místico, conhecido como Darklight, pelo bem da humanidade. 



Então começa a jornada heróica de Lilith; para matar um antigo e monstruoso demônio  (tradicionalmente para uma produção do canal, um CGI vagabundo...) e chegar a um acordo com seu próprio passado sombrio. 


Resumindo as lendas: Lilith foi uma deusa, a primeira mulher, a primeira feminista...



 ...a primeira vampira, a primeira libertina,a primeira bruxa, a mãe de todos os incubus e succubus, a primeira DEMONIA!













Um comentário:

  1. Como é maravilhosa as lendas folclóricas ou bíblicas de uma personagem ,nos podemos criar varias versões dessa mesma lenda ,fazendo de forma escrita ,desenhada ou ate no mundo do cinema como essa homenageada de hoje "Lilith - Deusa Mulher Demonio" escrita de forma brilhante e esclarecedora como sempre por nosso mestre Coffin Souza... vamos aguardar novas novidades que estão por vir por aí ,um abraço de Spektro 72 / Anselmo Luiz.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...